A vitória diante do Internacional, na última quinta-feira, por 1 a 0, deixou o líder Corinthians com seis pontos de vantagem para o segundo colocado Flamengo, no Campeonato Brasileiro – 25 a 19. Invicta, com oito vitórias em nove jogos, a equipe corintiana tem na qualidade do elenco um dos principais trunfos para a grande campanha na competição, fato que foi exaltado pelo técnico Tite após o duelo com a equipe gaúcha no Pacaembu.

“Era muito fácil para mim não colocar o Emerson (no segundo tempo) e deixar o Liedson, mas ele tinha tomado uma pancada muito forte e não estava em suas melhores condições. Quando se fala que quem está fora tem que estar preparado, não é discurso para agradar ninguém, não tem isso”, declarou o técnico Tite.

Na última quinta, a vitória foi decidida com um gol do atacante titular Willian. No entanto, a qualidade do futebol corintiano melhorou após a entrada de Emerson. Depois, o zagueiro Wallace e o volante Edenílson saíram do banco para ajudar a segurar o resultado.

“A entrada do Emerson, a entrada do Wallace, do Edenílson, são importantes. É esse o aprendizado que o São Paulo (nos títulos brasileiros de 2006, 2007 e 2008) deu. O Fluminense (em 2010), o Muricy Ramalho (campeão em 2006, 2007, 2008 e 2010), também. E a gente tem que ter humildade para aprender com isso”, avaliou o treinador.