Sem o brasileiro Neymar, poupado por causa de dores musculares que sentiu após a partida contra o Paris Saint-Germain, na última quarta-feira, pela Liga dos Campeões da Europa, o Barcelona não conseguiu furar a defesa do Getafe e ficou no empate sem gols, fora de casa, neste sábado, pela sequência da 15.ª rodada do Campeonato Espanhol.

O resultado foi ótimo para o rival Real Madrid, que agora pode disputar o Mundial de Clubes da Fifa, no Marrocos, nesta semana, com a liderança isolada garantida. Isso porque venceu o Almería por 4 a 1, na última sexta, e com o empate do Barcelona abriu quatro pontos de vantagem (39 a 35) para o clube catalão. O Getafe, com 16 pontos, faz campanha regular e ocupa a 12.ª colocação.

Em campo, o Barcelona teve poucas chances de gol contra uma equipe motivada pelo apoio de sua torcida. No primeiro tempo, tomou um susto em um chute de Angel Lafita, aos 33 minutos, que o goleiro chileno Claudio Bravo espalmou. Na segunda etapa, a melhor chance catalã do jogo com o craque argentino Lionel Messi, que cobrou uma falta no travessão do gol do Getafe. Sem marcar, o meia permanece com 13 gols – agora 12 atrás do português Cristiano Ronaldo, que fez dois na goleada do Real Madrid.

O que pode ser comemorado neste sábado pelo Barcelona é a marca de 200 jogos pelo clube atingida pelo lateral-direito brasileiro Daniel Alves. Com 31 anos, o jogador chegou ao clube catalão em 2008, vindo do Sevilla, e já contabiliza 14 títulos – 3 Campeonatos Espanhol, 2 Copas do Rei, 3 Supercopas da Espanha, 2 Ligas dos Campeões da Europa, 2 Mundiais de Clubes da Fifa e 2 Supercopas da Europa.

Daniel Alves é atualmente o terceiro jogador estrangeiro com mais partidas disputadas pelo Barcelona. Fica atrás apenas de Messi (292) e do holandês Phillip Cocu, que jogou 205 vezes. O brasileiro já está na frente de outros grandes nomes do clube como o também holandês Ronald Koeman (192) e o húngaro Kubala (186).