O Palmeiras voltou aos treinos na tarde desta terça-feira, na Academia de Futebol, em São Paulo, com o retorno de Arouca aos trabalhos. O volante de 31 anos tenta se recuperar de duas cirurgias no tornozelo esquerdo realizadas nesta temporada e integrou o trabalho com bola feito com os reservas, assim como o goleiro Jailson, que tenta se recuperar de lesão no quadril sofrida em agosto.

Arouca só entrou em campo uma vez nesta temporada – no amistoso contra a Chapecoense, em janeiro. Depois disso, só foi relacionado para um jogo em uma oportunidade e precisou se afastar dos treinos para tratar da lesão no tornozelo. Foram dois procedimentos, o último deles há seis meses. A previsão inicial do clube é para o retorno dele às partidas já no próximo mês.

O volante participou normalmente do trabalho coletivo, assim como Jailson. O goleiro não atua desde 9 de agosto, quando se machucou na disputa por pênaltis na Copa Libertadores contra o Barcelona, do Equador. Outra presença no treino foi do meia Michel Bastos. Em recuperação de uma infecção na pele, ele iniciou o trabalho de transição para retomar as atividades.

O Palmeiras tem como próximo compromisso o Santos, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro. O técnico Cuca terá dois desfalques por suspensão: o zagueiro Edu Dracena e o lateral-esquerdo Egídio. Até agora já foram vendidos 16 mil ingressos para a partida.