São Paulo – Clube brasileiro com mais títulos na história da Copa Libertadores da América, o tricampeão (92/93/05) São Paulo completa hoje a centésima partida na mais importante competição do continente. Quando entrar em campo para enfrentar

o Chivas, no Estádio Jalisco, em Guadalajara, no México, o São Paulo passa a ser o segundo clube brasileiro a alcançar esse número – o outro é o Palmeiras. A partida será às 23h30 (horário de Brasília).

Com 100% de aproveitamento, o tricolor pode voltar do México praticamente classificado para a oitava-de-final se derrotar o adversário. O Chivas, que no ano passado chegou às semifinais (foi eliminado pelo Atlético Paranaense), é o segundo colocado do grupo 1, com 4 pontos. O São Paulo é líder isolado, com 6.

Preocupação

Desde que assumiu o São Paulo e o assunto em pauta era a Libertadores, o técnico Muricy Ramalho nunca escondeu sua preocupação com o Chivas. Ele sempre colocou a equipe mexicana como uma das candidatas ao título. E o mau momento do adversário – é o 13.º no Campeonato Mexicano e em sua última partida pela Libertadores empatou por 1 a 1 com o fraco Caracas – não deixa o treinador mais tranqüilo. ?Eles pouco mudaram o time nos últimos anos e são a base da seleção mexicana. Isso nos preocupa?, afirma o técnico tricolor.

Além de Lugano, voltam à equipe titular o zagueiro André Dias e o volante Mineiro. Todos estavam suspensos no Campeonato Paulista. Na lateral-esquerda, Richarlyson será mantido – o titular Júnior ainda se recupera de estiramento na coxa direita e não viajou ao México.

O único setor não confirmado do São Paulo é o ataque: Aloísio pode ser o novo titular, no lugar de Alex Dias.