Atual campeã da Copa Davis, a República Checa se classificou para as semifinais do torneio com um jogo de antecedência ao fazer 3 a 1 no confronto com o Casaquistão. Neste domingo, em Astana, pelas quartas de final do Grupo Mundial o checo Lukas Rosol, número 63 do mundo, venceu Evgeny Korolev, 187º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/5), 6/7 (2/7), 7/6 (7/5) e 6/2, para definir o duelo.

A República Checa abriu vantagem de 2 a 0 na sexta-feira depois de Jan Hajek bater Mikhail Kukushkin e Rosol vencer Andrey Golubev. Mas o Casaquistão diminuiu a vantagem no sábado, quando Golubev e Yuriy Schukin superaram Radek Stepanek e Hajek. Assim, manteve esperanças de repetir o triunfo da primeira rodada do Grupo Mundial em 2011, quando venceu os checos por 3 a 2, mas não teve êxito.

Com seu saque potente, Rosol disparou 31 aces na partida, o que foi decisivo para o seu sexto triunfo em uma partida da Copa Davis. Assim, garantiu a classificação da equipe checa, que não contou com Tomas Berdych, número 6 do mundo, afastado devido a uma lesão no ombro, enquanto Stepanek, que passou por uma cirurgia no pescoço em janeiro, foi poupado dos jogos de simples. O quinto jogo da série foi cancelado pelas equipes com a definição antecipada do confronto.

Campeã da Copa Davis ao bater a Espanha na decisão no ano passado, a República Checa aguarda a definição do seu adversário nas semifinais. Os checos poderão enfrentar a Argentina, como mandante, ou a França, fora de casa, em setembro.