Com a conquista inédita da Semana Olímpica Francesa, no mês passado, em Hyères, o velejador Robert Scheidt assumiu a liderança do ranking da classe Laser da Federação Internacional de Vela (ISAF). A partir de amanhã, ele disputa o Campeonato Mundial de Bodrum, na Turquia, em que busca seu sétimo título. Na última edição, em Cadiz, foi vice-campeão.

No ranking, que leva em conta os sete melhores resultados de cada velejador nos últimos dois anos, Scheidt soma 4.782 pontos, contra 4.774 do ex-líder, o australiano Michael Blackburn.

“Foi uma surpresa para mim. A liderança do ranking é o resultado do título inédito em Hyères, onde sempre bati na trave mas finalmente consegui o primeiro lugar. Estou muito feliz por voltar a ser o número 1”, diz o velejador brasileiro, que já foi líder do ranking em 2001 e estava na segunda colocação desde julho de 2003.

Scheidt está na Turquia desde o dia 3, preparando-se para a tentativa do heptacampeonato mundial. “Não tenho como negar que o topo do ranking me motiva ainda mais. Este ano está sendo brilhante. Venci os seis campeonatos que disputei, inclusive o mais cobiçado até o momento: Hyères. Agora é pensar no Mundial e na Olimpíada.”

O velejador segue treinando na cidade turca de Bodrum, com outros 45 velejadores.

O Mundial será quinta-feira até a outra quarta-feira, dia 19, com previsão de duas regatas por dia.

Os sete melhores resultados de Scheidt nos últimos 24 meses foram: pentacampeão mundial em Marselha, na França/2001, hexacampeão mundial em Cape Code, nos Estados Unidos/2002, bicampeão da Semana de SPA, na Holanda/2002/2003, vice-campeão da Semana de Kiel, na Alemanha/2003, e do Mundial de Cádiz, na Espanha/2003, campeão da Semana de Hyères, na França/2004.