O Prudentópolis foi uma das surpresas do Campeonato Paranaense deste ano e, com um calendário mais recheado em 2018, o time do interior quer fazer bonito de novo. O Prude, que tem vaga garantida na disputa da Série D do Campeonato Brasileiro do ano que vem, será comandado pelo técnico Júlio Sérgio, ex-goleiro do Santos e da Roma, da Itália, e terá jogadores experientes no elenco, como o lateral-direito Nei, ex-Paraná Clube, Atlético, Internacional e Vasco, além do volante Cícero e do atacante Safira.

Referência do time no Estadual, Nei conhece bem a competição e sabe das dificuldades que sua equipe vai enfrentar. O atleta, no entanto, acredita que a mudança do regulamento, agora com a disputa de dois turnos, dará mais chances aos clubes do interior.

Confira a preparação dos times do interior para o Paranaense

“Esperamos por um campeonato muito difícil, porém nosso grupo é muito bom, com peças importantes e com pessoas que querem vencer. Isso é determinante para quem quer chegar. A pretensão é de fazer um grande campeonato. Mudou o modo de disputar o Paranaense e abre chances para conseguir almejar algo melhor. Temos que viver dia a dia, partida a partida, se entregando ao máximo, galgando cada dia, pois somente o trabalho te traz resultados”, apontou ele, em entrevista à Tribuna do Paraná.

O lateral tinha propostas de outros clubes, mas alguns fatores pesaram para o seu acerto com o Prude. Além de sempre priorizar o futebol do Sul do país, Nei revelou que uma conversa com o técnico Julio Sérgio foi determinante.

Em amistoso realizado na semana passada, o Prude empatou com o União Beltrão, com gol de Nei. Foto: Lucas Henrique/Prudentópolis
Em amistoso realizado na semana passada, o Prude empatou com o União Beltrão, com gol de Nei. Foto: Lucas Henrique/Prudentópolis

“Tinha duas ou três propostas de outros campeonatos estaduais, até com valor maior, mas amo o Sul. Todos sabem disso. Tive uma conversa com o Júlio Sérgio. Já tinha uma impressão muito boa e quando falei com ele acabou me deixando muito mais com vontade de jogar. É diferenciado, inteligente, muito humano, determinado, querendo vencer. Tem muito a nos ensinar e procuro estar ao lado de pessoas boas. Um dos patrocinadores do Prudentópolis eu já conhecia de Santa Catarina e é um cara nota mil, tive a felicidade de conhecer. Além deles, o Massaro, que é auxiliar, tive contato com ele na CBF, no curso da licença B de treinador, é um ser humano fantástico. Essas três pessoas que me trouxeram”, contou.

Nei, sempre marcado por seu profissionalismo pelos clubes que passou, sabe da responsabilidade que terá no Prudentópolis. O jogador de 32 anos será uma das referências do time.

“Por onde passei, fui capitão. Quando você é capitão é porque algo diferente você tem. Meu profissionalismo, gana, vontade de vencer, acaba me colocando nesse posto. Essa responsabilidade que vem, só vem para pessoas que conquistaram alguma coisa. Dentro da cidade, as pessoas conversam com você, nos dão credibilidade e posso responder com o profissionalismo que sempre mostrei, trabalhando, dando exemplo para os mais novos e aprendendo com todos”, concluiu ele.

O Prudentópolis está em preparação desde início de dezembro. Na semana passada, o Prude, com gol de Nei, empatou em 1×1 contra o União Beltrão em amistoso disputado em Francisco Beltrão. A estreia da equipe acontece dia 21 de janeiro, diante do Coritiba, no Couto Pereira.