Alguns dos mais de 60 troféus roubados da sede da Red Bull há dez dias foram encontrados nesta terça-feira. A polícia localizou os objetos depois que eles foram avistados por um cidadão no lago Horseshoe, em Sandhurst, na Inglaterra. Alguns deles estavam danificados, o que foi lamentado pelo chefe da equipe, Christian Horner.

“O fato de que alguns dos troféus foram descartados em um lago e danificados mostra quão sem sentido foi este crime. Enquanto os troféus significam muito para a equipe, o valor deles é baixo – e a extensão dos danos causados na fábrica pelos invasores foi significante. Espero que possamos levar estes troféus de volta à fábrica, onde eles pertencem, e fazer réplicas dos que não podemos”, comentou.

No último dia 6, cerca de seis homens invadiram a fábrica da Red Bull na pequena cidade de Milton Keynes. Eles estavam em uma picape prata 4×4, que foi usada para derrubar o portão, e em uma Mercedes azul-marinho. Nenhum funcionário da equipe foi ferido durante o roubo.

A Red Bull é uma das equipes mais vencedoras dos últimos tempos na Fórmula 1. Entre 2010 e 2013, foi tetracampeã entre os construtores e também conquistou quatro títulos entre os pilotos com Sebastian Vettel, que foi para a Ferrari ao fim da última temporada.