Não foi o retorno à Série A do Campeonato Brasileiro que o Paraná Clube queria. Longe disso, na verdade. A derrota por 1×0 para o São Paulo, na noite de segunda-feira (16), no Morumbi, comprovou ainda algumas carências do time paranista e que será preciso melhorar muito para a sequência da competição. O técnico Rogério Micale não escondeu que a principal meta do Tricolor é atingir os 45 pontos e garantir a permanência na elite.

“Está muito claro que vamos atrás dos 45 pontos. O que vier depois disso é lucro. Então nós vamos lutar pela permanência do Paraná na Série A. Se vier uma Sul-Americana ou algo maior, é lucro. Mas o nosso objetivo principal é ficar na primeira divisão”, explicou o treinador.

O Paraná Clube passou por uma reformulação depois da disputa do Campeonato Paranaense. Vários reforços chegaram e outros estão para desembarcar na Vila Capanema. Para Micale, diante de equipes com orçamentos muito maiores que o do Tricolor, é preciso ter criatividade para deixar o time competitivo.

“O grande desafio é conseguirmos montar uma equipe competitiva, que consiga enfrentar todas as equipes da Série A de igual para igual. Nós sabemos do nosso orçamento, mas não acreditamos que só se faz futebol com dinheiro. Temos que ser criativos para montar um time dentro da nossa realidade. O objetivo maior é a permanência para que a gente possa de fortalecer mais como clube e almejar voos mais altos”, emendou.

Confira a classificação completa do Brasileirão!

Diante do São Paulo, a proposta inicial paranista, primeiramente, foi de marcar o adversário. Não deu certo e o time foi para o intervalo perdendo por 1×0. Segundo o técnico, a atuação no primeiro tempo não era para ter sido tão defensiva e será preciso ter mais volume de jogo para a sequência de jogos.

“Não era para ter sido um primeiro tempo daquela forma, vamos tratar isso de uma forma interna. No segundo tempo, tivemos mais posse de bola, mas posse de bola sem finalização e infiltração. É uma posse de bola estéril. Precisamos trabalhar para ter mais volume”, concluiu o treinador.