O recuo excessivo e o primeiro tempo muito abaixo da crítica foram considerados pontos determinantes para os jogadores do Paraná Clube para a derrota sofrida por 1×0 para o São Paulo, ontem à noite, no Morumbi, na largada do Campeonato Brasileiro. O time paranista lamentou a atuação ruim na etapa inicial e frisou que a apresentação no segundo tempo precisa servir de lição para a sequência do Tricolor na competição nacional.

“Fizemos um primeiro tempo muito abaixo. O gol que a gente tomou foi no detalhe. A gente estava com uma proposta muito boa, conseguindo se encontrar no jogo. No Brasileiro é assim, não tem tempo para lamentar. Temos que trabalhar, olhar para o jogo contra o Corinthians para poder pontuar”, apontou o zagueiro Jesiel, que foi um dos estreantes da noite.

Confira a tabela do Brasileirão!

O lateral-direito Alemão também criticou a postura muito defensiva do Paraná no primeiro tempo. O time paranista não chegou uma vez sequer na meta do goleiro Sidão e, segundo o camisa 2 do Tricolor, a defesa cometeu um inadmissível no gol anotado pelo zagueiro Bruno Moraes, do São Paulo.

“A gente foi penalizado pelo primeiro tempo porque jogamos muito recuados. A gente veio com a estratégia de jogar pelo contra-ataque, mas tomamos um gol de bola parada, no erro da nossa defesa. Um gol a meia altura não se pode tomar, ainda mais sabendo da qualidade do adversário. O segundo tempo fica de lição, pelo que jogamos, poderíamos sair com um empate. Fica de lição para que a gente possa crescer no decorrer da competição”, reforçou o jogador.

O atacante Silvinho, que estreou e foi o destaque do Paraná na partida, defendeu a atuação do time paranista no primeiro tempo. Segundo ele, pelo que produziu durante os 90 minutos, o Tricolor merecia um resultado melhor diante do São Paulo na largada do Brasileirão.

Veja como foi o jogo entre São Paulo e Paraná Clube!

“No primeiro tempo a gente estava propondo muito bem na nossa estratégia. O time deles não estava entrando, a gente fechou o meio e eles fizeram o gol na bobeira nossa, em uma bola parada. Não teve perigo com a bola rolando. A estratégia estava bem montada. Temos que ter a consciência que a gente jogou muito melhor e merecia o empate. Na Série A, se der mole, acaba perdendo o jogo. A gente espera que no domingo a gente consiga os primeiros três pontos em casa”, concluiu o camisa 11 paranista.

Depois da derrota na largada do Campeonato Brasileiro, o Paraná terá duas partidas em casa para subir na classificação da competição nacional. Depois do duelo contra o Corinthians, neste domingo, às 11h, na Vila Capanema, o time paranista, na semana seguinte, encara o Sport, também em Curitiba.