enkontra.com
Fechar busca

Paraná Clube

Paraná Clube

Paraná Clube

Crise sem fim

Presidente do Paraná pode renunciar a qualquer momento

Reunião que discutiria situação da sede da Kennedy escancara o racha interno do Paraná Clube

  • Por Guilherme Moreira
Leonardo Oliveira sofre fortíssima pressão dos sócios e conselheiros. Foto: Albari Rosa

O Conselho Deliberativo do Paraná Clube, em reunião extraordinária, se encontrou na noite desta terça-feira (26), na sede social da Kennedy, com o próprio terreno de 28 mil metros quadrados como tema central. O encontro, porém, teve confusão e terminou antes do esperado devido a um pedido de renúncia para a diretoria. O presidente, Leonardo Oliveira, estuda a possibilidade e pode sair da função após o clássico entre Tricolor e Coritiba, no domingo.

+ Segurança: Clássico deve ter apenas uma torcida

Pressionado no cargo, o mandatário paranista está se sentindo isolado politicamente no clube e vem avaliando, nas últimas semanas, “abandonar o barco”. A Tribuna do Paraná apurou que existe a chance do dirigente renunciar depois do Paratiba ou até mesmo antes da partida válida pela última rodada da Taça Dirceu Krüger. A situação, que era analisada por ele, se agravou com o tumulto da última noite.

Uma hora após o início, depois de falar sobre o balanço financeiro e o impedimento jurídico da venda do imóvel, o presidente da torcida Fúria Independente, Marcio Silvestre, que também é conselheiro, entregou um abaixo-assinado com 52 assinaturas pedindo a saída de toda a mesa diretiva. A atitude foi muito aplaudida.

Na sequência, houve um tumulto entre os presentes, com integrantes da organizada batendo boca com os dirigentes. Eles queriam saber quanto que a sede social arrecada e gasta, mas não obtiveram respostas concretas com números.

+ Andrey: Jogador é reintegrado após ameaças de morte

Acuado, o mandatário Leonardo Oliveira se levantou da mesa e saiu do local. Os torcedores, então, foram cobrar o presidente do Conselho Deliberativo, Luiz Carlos Casagrande, o Casinha, exigindo sua saída do Tricolor. Após muito bate-boca, toda a diretoria se retirou e foi cercada por seguranças para protegê-los. A reunião foi encerrada antecipadamente devido ao tumulto.

Está marcada para sábado uma reunião apenas com sócios do Paraná, limitada a mil pessoas, se cadastrando de forma online. Se o número não for batidos, torcedores não associados poderão comparecer.

O encontro

O mau tempo em Curitiba, com chuva em boa parte do dia, aliado ao evento do final de semana, divulgado na tarde de segunda-feira, desmotivou uma parte da torcida. Mesmo assim, o público foi maior do que os anteriores. O número de conselheiros aumentou, assim como de sócios – vale lembrar que, estando regularizado com sua mensalidade, a participação é aceita em toda reunião. Entretanto, não é possível questionar a mesa diretora. Ainda houve uma aglomeração do lado de fora de adeptos impedidos por estarem com suas mensalidades em atraso ou por não serem sócias.

+ Luto: Morre jornalista Rafael Henzel, um dos que havia sobrevivido à tragédia da Chape

O assunto principal, como divulgado na pauta, foi a situação jurídica da Kennedy. O departamento jurídico explicou que, como o terreno é doado da prefeitura para o Água Verde, que depois virou Pinheiros, clubes de origem do Tricolor, não pode ser vendido e nem leiloado, situação amparada por lei municipal de 1958.

A portas fechadas, sócios e conselheiros trataram do futuro do Paraná. Mas a frágil unidade que havia desapareceu ao final do encontro. Foto: Lineu Filho

A portas fechadas, sócios e conselheiros trataram do futuro do Paraná. Mas a frágil unidade que havia desapareceu ao final do encontro. Foto: Lineu Filho

Existem, porém, duas formas de ‘burlar’ essa situação. Uma é através de uma autorização judicial que permita a venda do imóvel e a outra é utilizar os valores da venda para a compra de outros imóveis com a mesma finalidade, que é de lazer e recreação esportiva. De qualquer forma, nenhuma dessas formas de transação pode ser utilizada para o pagamento das dívidas do clube.

+ Calendário: Semifinais da Taça Dirceu Krüger estão ameaçadas

Atualmente, o Paraná deve cerca de R$ 125 milhões (ano passado a dívida era de R$ 170 mi) e, quando colocou 70% do imóvel à venda em 2015, mesmo sem poder, pedia R$ 60 milhões. Ou seja, a transação, se fosse possível, não resolveria nem de perto o passivo paranista. Ainda assim, há pessoas dentro do clube que defendem e falam que é possível vender a sede social.

Além disso, há mais um agravante. O Espaço Torres arrendou os salões sociais até 2032 e uma multa milionária, não revelada, complicaria a venda do patrimônio, pois não tem recursos para pagá-lo. A quadra de futebol society na sede também é arrendada. A mesa diretora também falou que as atividades atuais, como futsal, futevôlei, academia, piscinas e aluguel de estacionamento, são rentáveis e não dão prejuízo. Porém, a diretoria não falou de números exatos e revoltou os presentes.

Tensão antiga

Toda essa discussão estava prevista desde um pedido na reunião de fevereiro, mas acabou potencializada por uma nota oficial e uma faixa com a frase “Paraná Clube é futebol” da Fúria Independente nos jogos. A organizada, que vem aumentando sua presença no conselho, exige o fim das atividades sociais, com as vendas da sub-sede da Kennedy e do terreno em Guaratuba, no litoral paranaense, para aliviar a crítica situação financeira, mas não é permitida juridicamente.

+ Confira a classificação completa e a tabela de jogos da Taça Dirceu Krüger

Antes da reunião acabar pela confusão, o conselho ainda falou do balanço financeiro de 2018 e as projeções para a atual temporada, além de deliberar sobre a suspensão do conselheiro Luciano Carvalho, que se manifestou contra o presidente Leonardo Oliveira nas redes sociais – o assunto não foi finalizado. Outros tópicos, como a formatação do elenco atual, a vexatória campanha na Série A de 2018, a saída polêmica do gerente de futebol, Marcos Oliveira, que pediu demissão do cargo há duas semanas, a enrolada negociação do volante Jhonny Lucas para o futebol europeu e os planos da direção a curto, médio e longo prazo, não foram debatidos.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

66 Comentários em "Presidente do Paraná pode renunciar a qualquer momento"


Super L200
Super L200
21 dias 2 horas atrás

Há 30 anos atrás o PARANÁ Clube era um dos times mais ricos do Brasil… hoje não tem mais patrimônio nem para pagar as dividas!! Agora estão fazendo a mesma coisa com o Coritiba e só não fazem com I Athletico por causa do MCP!! Sempre os mesmos corvos roubando os times… E uma pena!!

Fabiano Duarte
Fabiano Duarte
22 dias 19 horas atrás

agora o nhonho abre o cofre na sua casa e oferece um bicho aos atletas em caso de vitória sobre o xoxa, ganha e volta na segunda feira de peito estufado para se perpetuar no cargo e continuar o belíssimo trabalho rumo a série C

CARLÂO COXA BRANCA
CARLÂO COXA BRANCA
22 dias 20 horas atrás

BEM QUE EU GOSTARIA QUE A MANCHETE FOSSE : ” PRESIDENTE DO CORITIBA PODE RENUNCIAR A QUALQUER MOMENTO”, EU IRIA COMPRAR UMAS TRÊS CAIXAS DE FOGUETES SÓ PRA COMEMORAR.

Márcio Lisbôa
Márcio Lisbôa
22 dias 18 horas atrás

Infelizmente não temos essa sorte :(

Paranito PentaCampeão
Paranito PentaCampeão
22 dias 20 horas atrás

Passam-se os anos mas a estória continua a mesma…ladrões roubando o clube q já não tem mais nada, muito menos futebol. Fechaestamerdaque é a melhor solução pra todos !!!!

Ricardo Soares
Ricardo Soares
22 dias 20 horas atrás

“A melhor soluçao para todos”: para todos os demais, explique, melancia. E licença que tenho trampo de horas adiante.

Paranito PentaCampeão
Paranito PentaCampeão
22 dias 17 horas atrás

Só não enxerga quem não quer, compadre. O Clube já era, o time ha anos q é uma grandessíssimaBHOSTA, pra q insistir, já não tem nem mais o q vender pros chupins mamarem, então acaba logo, bate o último prego do caixão e fecha as portas, pra parar de passar VERGONHA !!

Fabiano Duarte
Fabiano Duarte
22 dias 20 horas atrás

mas amigos o ponto alto da reunião foi sem dúvida o momento que o presidente da fofuria entregou o abaixo assinado com poderosas 52 assinaturas huaushuaushuaushuaus, provavelmente em apenas uma página , que farofada huaushuaushuaus

Ricardo Soares
Ricardo Soares
22 dias 20 horas atrás

Voce, tricolor, alguma vez na sua vida se interessou por reuniao de outros clubes ? Alguma vez, uma unica vez que seja ?

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
22 dias 20 horas atrás

kkk torcedor do paralixo sempre está com a cabeça quente, preocupado e desiludido com o futebol, acaba não gerando interesse por outros times…

já quem tore pra time grande e bem sucedido é normal comentar as notícias dos menores, é tipo um alívio por torcer pra um clube de verdade…

Ricardo Soares
Ricardo Soares
22 dias 20 horas atrás

O “start” dessa explosao de inveja surgiu com a divulgaçao do rendimento do Presidente. Avalie por ai o nivel espiritual desses seres. A terra da’ de tudo, bem dizia minha avo’.
BOCAETERNAMENTE.

Fabiano Duarte
Fabiano Duarte
22 dias 19 horas atrás

qualé vovô Soares, que linguajar é esse? start, nível espiritual e bem dizia minha avó, o negócio aqui é zoeira e o parná grub grub se destaca pela falência próxima e torcedores orgulhosos e arrogantes, em sua maioria são paulinos e gremistas como disfarce para sair na rua

Ricardo Soares
Ricardo Soares
22 dias 19 horas atrás

Entao esta’ bem. Mas so’ essa vez: lixo e’ o teu time. E licença, tenho o que fazer.
BOCAETERNAMENTE.

Almir Borges
Almir Borges
21 dias 16 horas atrás

Ñ perca tempo com esses jumentos atleticanos. Eles virem aqui zoar é uma cortina de fumaça pra encobrir o medo com a proximidade do jogo com o Boca. Se perdem para timinhos uruguaios como Defensor e River, qdo não vale nada, imaginem o cagaço na hora do valendo pontos (continua).

Almir Borges
Almir Borges
21 dias 16 horas atrás

Ainda mais que perderam para o fraco Tolima e uma derrota pro Boca coloca a classificação em alto risco. Já estão com o c- na mão, os bostéticos. kkkkk

Almir Borges
Almir Borges
21 dias 16 horas atrás

O “momento mágico” propagado pelo Petraglia logo virará pesadelo, se perderem a classificação na Libertadores na primeira fase. Aí, a cachorrada lembra-se-á, repentinamente, que é tratada a pontapés pelo dono do clube, que faz o que quer com eles. (continua).

Almir Borges
Almir Borges
21 dias 16 horas atrás

Começarão de novo a questionar a divisão em 2 times. Um para o Estadual, outro para as outras competições. Lembrarão que não jogar o “ruralzão” redunda em “falta de entrosamento” que compromete a atuação nas competições principais e que o ingresso é caro e que isso e aquilo… Patéticos!!!

1 2 3 9
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas