Vice-artilheiro do Brasileirão de 2003 com a camisa do Paraná, o ex-atacante Renaldo tem sofrido com as recentes atuações do time na Série B. “Jogadores sem alma, respeitem a camisa que vestem”, desabafou nas redes sociais após a derrota por 4 a 0 para o CSA, pela 15ª rodada.

O pesado revés contra os alagoanos faz parte de uma sequência de seis jogos sem vencer na competição, que acabou tirando o Tricolor do G4.

Confira a tabela completa da Série B

“Os atacantes do Paraná não são contundentes, não chamam a responsabilidade, não decidem jogos, isso dificulta muito”, analisa Renaldo.

“Isso dificulta muito, porque na Série B os times são muito iguais, o que difere é ter jogadores que decidem jogos e o Paraná não tem jogadores decisivos no momento”, continua.

Renaldo defende continuidade de Allan Aal no Paraná

Apesar do momento difícil do Tricolor, Renaldo diz confiar no trabalho do técnico Allan Aal. “O Paraná vinha jogando muito bem, taticamente bem postado, jogadores obedecendo o treinador na parte tática, eu estava até admirado”, comenta.

“Aí começou a caída. Muitos jogadores importantes não estão em um bom momento, o Bressan que estava bem está em baixa também”, continua.

“A diretoria tem que segurar o Allan Aal, já conhece o grupo, os jogadores, apesar de todos os tropeços, o time está perto do G4. Tem que dar um voto de confiança ao trabalho”, prossegue.

Por fim, Renaldo dá uma dica para os atacantes tricolores. “Quando a gente está num mal momento e a bola não entra, não adianta ficar nervoso, querer decidir toda hora. Tem que primeiro ajudar o time. A falta de tranquilidade e a ansiedade estão atrapalhando. Não são maus jogadores, é o time que está em um mau momento”, encerra.

+ Mais do Tricolor:

+ Com camisa “lotada”, Paraná tem mais patrocinadores que em ano de Série A
+ Allan Aal vê aspecto positivo em empate do Paraná com o Sampaio Corrêa
+ As notas de Paraná 0x0 Sampaio Corrêa


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?