Apontado como um dos favoritos ao título da Fórmula 1 neste ano, Felipe Massa prevê que a Ferrari terá de se preocupar com duas novas adversárias. Para o brasileiro, a Toyota – que nunca incomodou – e a estreante Brawn GP serão rivais perigosas durante o Mundial.

“A gente viu a Brawn GP ressuscitando das cinzas, chegando e sendo um segundo mais rápida que todo mundo. Uma Toyota de uma hora para outra crescendo e melhorando muito seu carro. Com certeza, eles têm alguma coisa a mais que as outras na parte técnica, na parte aerodinâmica, onde quer que seja, não sei, mas eles têm algo a mais que deve estar dando uma diferença muito grande para a equipe deles. Se as coisas são reais, a principal adversária é a Brawn GP”, disse.

Para Massa, a McLaren não está em sua melhor forma, e pode ter dificuldades ao longo do ano. A equipe do campeão Lewis Hamilton teve desempenho ruim nos testes, andando sempre perto das últimas posições, e só se recuperou um pouco nos últimos dias, depois de implementar uma série de mudanças aerodinâmicas.

“Ate agora é difícil ter uma ideia clara porque a primeira corrida é o que conta, mas a gente nunca viu uma McLaren tão atrás, tão em dificuldade como neste ano. Muita gente fala que os treinos não são tão importantes quanto um fim de semana de corrida, e é verdade, mas você estando sempre atrás mostra que você não está bem”, avaliou o piloto da Ferrari.