A nadadora Lorena de Araújo Rezende admitiu nesta quarta-feira que ingeriu o esteroide anabolizante estanozolol. A atleta, que defende a Unisanta, foi flagrada no exame antidoping durante o Troféu José Finkel. Suspensa por dois anos, ela nem pediu a contraprova do teste.

“Eu fiz mesmo o uso de um produto. Não estava sabendo que continha a substância, mas usei mesmo e por isso abri mão da contraprova. Ingeri um suplemento alimentar, um produto novo, e não estava especificado na bula que tinha a substância”, disse Lorena em entrevista ao “SporTV”.

A atleta afirmou que geralmente consulta um médico sobre os produtos que usa, mas que não tomou este cuidado. “Desta vez acabei não fazendo isso, não falei com ele”, admitiu.

Além da suspensão, Lorena teve cancelado todos os resultados obtidos o Troféu José Finkel, quando conquistou a medalha de bronze nos 50 e nos 100 metros costas. Ela afirmou que pretende continuar treinando para retornar às competições assim que sua suspensão chegar ao fim.