A espanhola Garbiñe Muguruza venceu a dinamarquesa Caroline Wozniacki por 2 sets a 0, com duplo 6/4, nesta segunda-feira, e garantiu vaga nas quartas de final de Wimbledon. Assim, ela eliminou a quinta cabeça de chave do Grand Slam realizado em Londres e fez história como a quarta tenista do seu país a avançar a este estágio da mais tradicional competição do tênis mundial.

Antes de Muguruza, a Espanha teve apenas Lili Álvarez, finalista em 1926, 1927 e 1928, Conchita Martínez, campeã em 1994, e Arantxa Sánchez-Vicario, que foi à decisão em 1995 e 1996, entre as oito melhores tenistas de uma edição de Wimbledon.

Com o triunfo sobre a ex-líder do ranking mundial, Muguruza se credenciou para enfrentar na próxima fase a sueca Timea Bacsinszky, que nesta segunda derrotou a romena Monica Niculescu por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 1/6, 7/5 e 6/2.

Mas, apesar de histórica para a Espanha, a vitória de Muguruza não pode ser considerada uma surpresa, pois este foi o terceiro triunfo da tenista em quatro duelos diante de Wozniacki. Atual 20ª colocada do ranking mundial, ela também havia superado a dinamarquesa na edição de 2014 do Aberto da Austrália, outro Grand Slam do circuito profissional, depois de também ter batido a rival no Torneio de Miami de 2013.

Para voltar a derrotar a adversária, Muguruza aproveitou três de dez chances de quebrar o saque da dinamarquesa, que só conseguiu converter um de cinco break points e assim acabou sucumbindo em sets diretos. E, ao acumular 29 bolas vencedoras, a espanhola ainda pôde se dar ao luxo de cometer 33 erros não forçados, contra 16 de sua oponente.

RADWANSKA E AZARENKA – Se Wozniacki caiu como quinta favorita, a polonesa Agnieszka Radwanska fez valer a sua condição de 13ª cabeça de chave para ir às quartas de final de Wimbledon nesta segunda. Ela derrotou a sérvia Jelena Jankovic por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/4, e assim medirá forças com a norte-americana Madison Keys na próxima fase.

A bielo-russa Victoria Azarenka, por sua vez, passou às quartas de final ao arrasar a suíça Belinda Bencic por 6/2 e 6/3. Assim, ela irá travar um esperado confronto com a norte-americana Serena Williams, que horas mais cedo eliminou a sua irmã mais velha, Venus, nas oitavas de final.

Será o 20º confronto entre as duas, sendo que Azarenka também já ocupou o posto de líder do ranking mundial, hoje nas mãos de Serena. Atual 24ª colocada da ATP, a bielo-russa venceu apenas três dos 19 jogos que disputou contra a norte-americana.