O astro Lionel Messi disse nesta terça-feira que está “surpreso e triste” com a recente saída de Pep Guardiola do comando do Barcelona, clube em que ambos conquistaram diversos títulos nos últimos anos. Sob o comando do treinador, o argentino conquistou, em quatro temporadas, 14 de 19 títulos possíveis, o último deles a Copa do Rei, na sexta-feira, no último jogo do time sob o comando de Guardiola.

“A saída de Guardiola me deixou surpreso e triste porque não esperávamos”, disse Messi, após um treinamento da seleção argentina, que se prepara para enfrentar o Equador, sábado, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2014. “Não esperávamos, foram quatro anos em que vivemos muitas coisas lindas, conquistamos muitos títulos”, destacou Messi. “Agora começa um nova etapa e esperamos que seja da mesma maneira”.

O argentino destacou que “não é fácil substituir Guardiola depois de tudo o que conseguiu”. Apesar disso, Messi tratou de elogiar Tito Vilanova, que substituirá Guardiola. “Eu tive Vilanova (como técnico) quando era criança”, disse. “E Guardiola muitas vezes disse que tudo o que faziam, faziam juntos”.

Na temporada 2011/2012, Messi fez 78 gols por Barcelona e pela Argentina. Apesar da marca recorde, ele evita comentar a possibilidade de ser eleito o melhor jogador do mundo em janeiro. “De agora até janeiro, falta muito tempo e tem coisas importantes para jogar”, comentou o argentino, que venceu a Supercopa da Espanha, a Supercopa da Europa, o Mundial de Clubes e a Copa do Rei na última temporada.