O brasileiro Gabriel Medina mostrou que pode se recuperar do início ruim na atual temporada do Circuito Mundial de Surfe e avançou à terceira fase na etapa de Fiji, na Oceania. O atual campeão deixou para trás Jeremy Flores e C.J. Hobgood com uma somatória de sólidos 17,13 pontos na sua bateria. Filipe Toledo e Adriano de Souza, o Mineirinho, acabaram indo para a repescagem enquanto Alejo Muniz derrubou Kelly Slater.

Medina começou discreto a sua bateria, mas se destacou logo na primeira oportunidade: logo que uma boa onda surgiu para o brasileiro, ele fez ótimos 9,23 pontos. Os adversários ainda tentaram esquentar a briga, mas, antes do fim, o garoto de Maresias conseguiu outra boa nota com 7,90, fechando com 17,13 contra 13,93 de Flores e 10,67 de Hobgood.

Na abertura da etapa, o também brasileiro Alejo Muniz venceu uma bateria apertadíssima que teve Kelly Slater em último lugar. Alejo terminou a bateria com a somatória de 12,20 pontos (5,60 e 6,60). Kolohe Andino ficou em segundo, com 11,57 (5,67 e 5,87), deixando a última posição para Slater, que fez 11,37 (6,17 e 5,20).

A primeira rodada ainda teve outros três brasileiros classificados para a terceira fase: Wigolly Dantas (que deixou para trás Josh Kerr e Jay Davies), Jadson André (que eliminou Julian Wilson e Adam Melling) e Ítalo Ferreira (desbancando Joel Parkinson e Frederick Patacchia Jr.).

Porém, Filipe Toledo, Mineirinho e Miguel Pupo não conseguiram a classificação e vão disputar a repescagem. Mineirinho disputará vaga contra o convidado Iria Nakalevu. Filipe Toledo enfrentará Aca Ravulo e Miguel Pupo terá pela frente Fredrick Patacchia.