Cada vez mais poderoso no comando do Real Madrid, o técnico José Mourinho foi oficializado nesta sexta-feira como novo “manager esportivo de futebol” do clube, conforme o site oficial do time divulgou em seu novo organograma. A iniciativa faz parte da nova reestruturação promovida após a demissão de Jorge Valdano, ex-diretor geral.

Ao confirmar o português no cargo, o Real deixa claro que o treinador também terá papel decisivo na tomada de decisões diretivas, como a contratação de jogadores, e voltará a exercer o papel que já conseguiu cumprir com sucesso no Chelsea, por exemplo. Na função, Mourinho trabalhará em estreito contato com Zinedine Zidane, nomeado novo diretor-esportivo do Real no último dia 7. Na Inglaterra, por sinal, é comum treinadores também atuarem paralelamente como managers.

Mourinho foi decisivo para a demissão de Valdano, ocorrida em maio após o fim da última temporada do futebol europeu, na qual o Real fracassou na tentativa de conquistar o Campeonato Espanhol e a Liga dos Campeões e faturou apenas a Copa do Rei da Espanha. Na época, a demissão aconteceu após uma série de desentendimentos entre as duas partes.

Com isso, Mourinho se consolida como homem forte do futebol do Real, cujo novo diretor geral será José Ángel Sánchez, superior direto do técnico português. Já a diretoria do gabinete do presidente Florentino Pérez ficará a cargo de Manuel Redondo.