O Atlético viajou para Pernambuco com apenas uma dúvida. O treinador Antônio Lopes ainda não decidiu o substituto de Valencia no meio-campo. Nas demais posições tudo definido para enfrentar o Náutico, amanhã, às 18h30, no Estádio dos Aflitos.

No último treino realizado no CT do Caju, Fransérgio atuou como volante, mas não foi confirmado. Isso porque Renan ainda será testado na posição. “Foguinho” deixou a seleção brasileira sub-20 no Mato Grosso do Sul e se encontrou com a delegação rubro-negra ainda na noite de ontem, em Recife.

No coletivo de logo mais, ele terá a oportunidade de mostrar serviço e convencer Lopes que merece a titularidade. “Vamos conversar com o Foguinho e ver como ele está após esse tempo com a seleção. Tem também o treino de amanhã (hoje) para analisarmos”, comentou Lopes.

Criatividade

O responsável pela armação do time já está definido. Com a suspensão de Paulo Baier, Marcinho herdou a responsabilidade de comandar o Furacão diante do Timbu.

O jogador, que vinha atuando como atacante, foi recuado para desempenhar outra função, mas não se incomoda com isso. “Venho há vários jogos atuando como atacante aberto (desde Waldemar Lemos), mas agora é ter tranquilidade.

É por a bola no chão, usar a velocidade e a inteligência. O bom momento da equipe proporciona isso (essas alterações). O Wesley joga de ala, o Nei como zagueiro. Então creio que faremos uma grande partida”, analisou o novo camisa 10.

A vaga no ataque deixada pelo reposicionamento de Marcinho na meia-cancha também já tem novo dono: Alex Mineiro. O experiente atleta volta a ser titular depois de sete rodadas.