A 14.ª rodada do segundo turno da Superliga masculina de vôlei foi aberta neste sábado sem surpresas. Já garantidos nos playoffs da competição, os líderes Cimed, Pinheiros/SKY e Sesi conquistaram vitórias. O que mais sofreu foi o Pinheiros, que mesmo em casa precisou do tie-break para vencer o Lupo/Náutico/Lets’s.

Em segundo na tabela, agora com 53 pontos, o Pinheiros quase foi surpreendido pelo time de Araraquara. Mesmo com a equipe já eliminada da disputa pelos playoffs, a vitória só veio por 3 sets a 2 (21/25, 25/19, 21/25, 25/19 e 15/11). O triunfo garantiu a vice-liderança, já que o terceiro colocado Sesi também chegou à mesma pontuação ao derrotar o Vôlei Futuro por 3 a 0 (25/22, 25/23 e 25/20).

Quem teve mais facilidade para vencer na rodada foi mesmo a líder Cimed. No Distrito Federal, o time catarinense encarou o Upis/Brasília, que figura nas últimas posições da Superliga, e ganhou por 3 sets a 0 (25/13, 25/20 e 25/23). Com isso, a Cimed soma 55 pontos e vai ficando mais perto de garantir o primeiro lugar na fase de classificação.

Também neste sábado, outro time já garantido na próxima fase foi derrotado. Em Caxias do Sul, o Fátima/Medquímica/UCS perdeu por 3 sets a 1 (25/23, 18/25, 26/24 e 25/23) para o São Caetano/Ulbra, que ainda sonha com os playoffs.

Além do Fátima, completam a lista de times classificados na Superliga os mineiros Sada Cruzeiro e Montes Claros/Funadems, que jogam neste domingo. Já na briga com o São Caetano pelas duas últimas vagas estão Brasil Vôlei Clube, Vivo/Minas e Vôlei Futuro.