O lateral-direito Rafael Galhardo, recém-contratado junto ao Flamengo, foi submetido a uma cirurgia na manhã desta quinta-feira, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, depois de ter fraturado o quinto metatarso do pé esquerdo. O jogador se machucou no empate por 0 a 0 com o Sport, no último domingo, na Vila Belmiro, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Por meio de nota divulgada em seu site oficial, o Santos informou que o procedimento cirúrgico ocorreu “conforme o programado” e que o mesmo foi realizado por Mauro César Mattos e Dinato, especialista em cirurgia do pé, com auxílio do médico do clube, Rodrigo Zogaib.

“A cirurgia foi um sucesso, e o atleta terá alta ainda nesta quinta-feira. Ele ficará em repouso em casa até segunda-feira, quando se apresenta ao clube para dar continuidade ao tratamento no Cepraf (centro de recuperação do Santos no CT Rei Pelé)”, afirmou Zogaib, sem estabelecer uma previsão do tempo que irá durar o tratamento ou de quando o jogador poderá voltar a defender o time santista.

No último domingo, Rafael Galhardo foi substituído por Maranhão depois de ter se machucado no jogo contra o Sport. No mesmo duelo, o volante Arouca e o meia Bernardo também se machucaram. O primeiro deles sofreu um estiramento em sua coxa esquerda e passou a preocupar o técnico Muricy Ramalho. A lesão, porém, não deverá tirar o atleta das semifinais da Copa Libertadores, contra o Corinthians, cujo primeiro jogo será no dia 13 de junho, na Vila Belmiro. Já Bernardo sofreu uma distensão na virilha direita e deve ficar afastado por mais de um mês.

Galhardo, Bernardo e Arouca são os mais novos integrantes do lotado departamento médico do Santos, que já conta com a presença de Paulo Henrique Ganso, que passou por cirurgia no joelho, além de Borges, Fucile, David Braz, Dimba e Pedro Castro.