Faltando apenas cinco segundos para o final do 12.º e último round, o ucraniano Vladimir Klitschko acertou um soco de esquerda, derrubou o norte-americano Eddie Chambers e conquistou a vitória que o manteve com os cinturões dos pesos pesados da Federação Internacional e da Organização Mundial de Boxe. Neste sábado, diante de mais de 50 mil pessoas na Arena de Dusseldorf, na Alemanha, o campeão mundial sofreu para obter sua 54.ª vitória em 57 lutas na carreira.

Klitschko conseguiu derrubar Chambers no segundo round, mas o norte-americano se levantou e se segurou até os últimos instantes do combate, quando caiu junto às cordas e viu o árbitro decretar o triunfo do ucraniano.

“Tenho que dar crédito a ele. Chambers é muito rápido e muito forte. Ele não tem muita força nos golpes, mas poderia ter me vencido se eu ficasse muito cansado na luta”, explicou Klitschko logo após o encerramento da luta.