Porto Alegre – O Inter venceu o 15 de Novembro por 2 a 0, ontem à tarde, em Porto Alegre e largou na frente na decisão do título gaúcho. Com um empate no jogo de volta, no próximo domingo, dia 17, conquista o título pela quarta vez consecutiva. Com uma vitória do 15 de Novembro, por qualquer resultado – não existe saldo de gols – a decisão vai para a prorrogação, onde a equipe de Campo Bom joga por um empate, por ter a melhor campanha nas duas fases anteriores da competição.

O jogo, desde o início, teve o domínio do Inter. Com uma excelente movimentação do meio-campo e ataque, o time de Muricy Ramalho teve várias conclusões perigosas antes dos dois gols que definiram o placar.

Fernandão e Jorge Wagner comandaram o time, que fez 1 a 0 aos 19 minutos através de Rafael Sóbis, após jogada de Tinga e Fernandão. Dois minutos depois Tinga fez 2 a 0, aproveitando o rebote de uma defesa de Márcio. Atônito, pois não conseguia conter o grande volume de jogo imposto pelo Inter, o 15 de Novembro não teve qualquer conclusão perigosa ao gol de André no primeiro tempo.

Na segunda etapa, com a entrada de Julio Rodriguez em lugar de Luizinho Vieira, o 15 de Novembro saiu de sua letargia e até teve dois bons chutes contra o gol de André, através de Julio Rodriguez. O Inter, no entanto, bem posicionado na defesa não permitiu maiores ambições ao adversário, que tentará reverter a desvantagem no acanhado (4 mil torcedores) estádio Sady Schmidt, em Campo Bom.

Ficha técnica

Gols: Sóbis, aos 19, Tinga aos 21 minutos do primeiro tempo.

Internacional: André; Índio (Wilson), Edinho e Vinícius; Élder Granja, Gavillán, Tinga, Wellington e Jorge Wagner; Fernandão e Rafael Sóbis. Técnico: Muricy Ramalho.

15 de Novembro: Márcio; Patrício, Marcão, Ediglê e Cristiano; Edmílson, Perdigão, Gérson (Cadu) e Luizinho Vieira (Julio Rodriguez); Dauri e Flávio (Maico). Técnico: Leandro Machado.

Renda: R$ 374.392,00. Público: 34.436 pagantes.