Jogando como visitante, mas com apoio da maioria dos torcedores que estavam no Estádio Atílio Paiva, em Rivera, o Internacional empatou por 0 a 0 com o Cerro, do Uruguai, nesta quinta-feira. O resultado manteve o time de Montevidéu na liderança do Grupo 5 da Copa Libertadores, com sete pontos. O time brasileiro segue em segundo, com cinco.

No início do jogo, o Cerro sufocou os brasileiros, sem deixá-los sair da defesa. Mas o cerco durou poucos minutos. Para se ver livre da pressão, o Internacional trocou o chutão pelo toque de bola e, à medida em que começou a chegar ao campo de ataque, equilibrou o confronto.

Tanto que criou a primeira boa chance de abrir o placar aos 14 minutos, quando Giuliano aproveitou uma falha da defesa uruguaia e obrigou o goleiro Rolero a fazer uma defesa difícil. Aos 25, Alecsandro mandou a bola perto da trave.

E, aos 29, Giuliano concluiu bem, de cabeça, mas Rolero estava atento e salvou o Cerro de novo. O time uruguaio também rondou a gol brasileiro, mas Rodrigo Mora, por três vezes, errou a pontaria, aos 31, 35 e 44 minutos.

O jogo prosseguiu equilibrado no segundo tempo, mas com ritmo mais lento e pouca criatividade no ataque dos dois times. O Cerro assustou somente aos 39 minutos, quando um atacante desviou uma bola levantada na área e exigiu grande defesa de Abbondanzieri. O Inter respondeu aos 48, com um chute forte de Alecsandro, para fora.

Ficha Técnica:

Cerro-URU 0 x 0 Internacional

Cerro-URU – Rolero; Asconeguy, Pablo Melo, Ibañez e Leites; Pellejero, Suáez, Caballero e Dadomo; Alvaro Mello (Molina) e Rodrigo Mora (Lombardi). Técnico: Pablo Repetto.

Internacional – Abbondanzieri; Bruno Silva (Nei), Índio, Sorondo e Kleber; Sandro, Guiñazu, Edu, D’Alessandro (Andrezinho) e Giuliano (Taison); Alecsandro. Técnico: Jorge Fossati.

Cartões amarelos – Pablo Melo, Leites, Rodrigo Mora, Asconeguy (Cerro); Bruno Silva, Nei, Giuliano, Sandro e Edu (Internacional).

Árbitro – Saúl Laverni (ARG).

Renda e público – Não disponíveis.

Local – Estádio Atílio Paiva, em Rivera (URU).