O australiano Lleyton Hewitt, ex-número 1 do mundo, garantiu vaga nas quartas de final do ATP de Halle, na Alemanha, nesta quarta-feira, ao derrotar o holandês Thiemo de Bakker por duplo 6/3.

Hewitt, que se recuperou recentemente de uma lesão no quadril, sentiu um desconforto no pescoço durante a partida, de 1h05min de duração. “Meu pescoço ficou um pouco duro quando eu fui dar um smash”, comentou o tenista de 29 anos, ao final do jogo.

O incômodo, porém, não atrapalhou a vitória do australiano, que não teve o saque ameaçado em nenhum momento da partida. A vantagem no jogo surgiu em três quebras de saque, duas delas no segundo set.

Nas quartas de final, Hewitt terá pela frente o local Andreas Beck, que avançou na competição ao superar o compatriota Nicolas Kiefer por 2 sets a 1, parciais de 6/2, 3/6, 7/6 (7/4). Se confirmar o favoritismo e chegar até a final, o ex-número 1 do mundo poderá cruzar com o suíço Roger Federer, atual número dois do mundo.

Federer, que estreou na terça, conheceu seu adversário na segunda rodada nesta quarta. Ele vai enfrentar o colombiano Alejandro Falla, que bateu o israelense Noam Okun por 6/4 e 6/3.

Ainda nesta quarta, pela segunda rodada, o eslovaco Lukas Lacko derrotou o alemão Dominik Meffert por 2/6, 6/4 e 6/3, enquanto o alemão Philipp Petzschner venceu o sérvio Viktor Troicki por 7/6 (7/5) e 6/3.