Durou pouco mais de um mês, apenas, a passagem de Giba pelo Funvic/Taubaté Vôlei. Nesta quinta-feira, o ponteiro, um dos maiores nomes da história do vôlei brasileiro, anunciou que rescindiu seu contrato com o clube do interior de São Paulo e que agora irá jogar numa equipe dos Emirados Árabes Unidos.

“Agradeço todo o apoio e carinho recebido da comissão técnica, time e torcida do Vôlei Taubaté, que me deu o prazer de voltar a atuar em solo brasileiro, mas chegou a hora de enfrentar novos desafios. Estou indo para os Emirados Árabes representar o nosso país e compartilhar o conhecimento que adquiri ao longo dos últimos anos”, escreveu Giba em sua conta no Facebook.

Aos 36 anos, Giba tem tido dificuldades em render o seu melhor. O jogador defendeu o Bolívar, da Argentina, na última temporada e voltou em agosto para o Brasil, contratado pelo Taubaté, que apostava no veterano como estrela de um elenco de poucos nomes conhecidos mas coordenado pelo supervisor Ricardo Navajas.

Giba, porém, fez apenas cinco partidas pelo Taubaté antes de anunciar sua saída. O ponteiro pouco conseguiu fazer para impedir cinco derrotas na Superliga, para Sesi, Sada/Cruzeiro, RJX, Montes Claros e Moda/Maringá. A equipe dele só venceu quatro sets: um contra o Cruzeiro e três na vitória sobre o UFJF (MG).