Uma das apostas do técnico Josep Guardiola nesta terça-feira, o atacante Gabriel Jesus lamentou a eliminação do Manchester City nas quartas de final da Liga dos Campeões. No entanto, admitiu que o time ficou devendo nos dois jogos contra o Liverpool, em busca da vaga na semifinal.

“É difícil aceitar a eliminação. Não era o que queríamos, mas isso é futebol. Nós jogamos mal nos dois jogos e o Liverpool conseguiu o resultado. Então, parabéns para eles”, disse o atacante do City e também da seleção brasileira.

Gabriel Jesus foi o responsável pelo único gol do City no confronto. Ele marcou logo no primeiro minuto da partida desta terça, no Etihad Stadium. Depois do gol, em busca de reduzir a desvantagem da derrota por 3 a 0 no jogo de ida, o time da casa foi para cima e impôs forte pressão ao Liverpool.

O City chegou a balançar as redes, no fim do primeiro tempo, mas a arbitragem anotou impedimento. “Conseguimos marcar um gol antes de completar dois minutos de jogo, o que era muito importante. Depois conseguimos manter a bola no campo de ataque. Tivemos um gol anulado, infelizmente, o que foi difícil de aceitar. Isso mudou um pouco o jogo.”

No segundo tempo, o Liverpool equilibrou as ações e conseguiu buscar a virada no placar, sacramentando a classificação às semifinais. Gabriel Jesus evitou culpar o cansaço da equipe nesta reta final da temporada europeia.

“Não acho que cansaço seja a palavra. Infelizmente não conseguimos a vitória no jogo de ida. Contra o Manchester United, deixamos o jogo cair [virada do United por 3 a 2, pelo Campeonato Inglês, no sábado]. Hoje aconteceu de novo. Não podemos falar em cansaço. Estas coisas acontecem no futebol”, declarou o brasileiro.