O suíço Roger Federer foi precocemente eliminado no Masters 1000 de Montecarlo, disputado em quadras de saibro. Nesta quinta-feira, o número 2 do mundo caiu nas oitavas de final ao perder para o francês Gael Monfils, 18º colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6 (7/5), em 1 hora e 44 minutos.

Federer acumula quatro vice-campeonatos em Montecarlo, incluindo o da edição de 2014 do Masters 1000, mas nunca venceu o torneio, o primeiro das grandes competições em saibro disputado na Europa nesta temporada. E com a queda ele deverá ver o sérvio Novak Djokovic abrir vantagem ainda mais confortável na liderança do ranking da ATP.

A vitória desta quinta foi apenas a quarta de Monfils em 12 duelos com Federer, mas a segunda consecutiva e em quadra de saibro – ano passado, no primeiro dia da decisão da Copa Davis, o francês superou Federer, mas, posteriormente, a Suíça acabou conquistando o título do torneio mesmo atuando fora de casa, em Lille.

Nesta quinta, Federer largou melhor no duelo e chegou a abrir 3/1 com uma quebra de serviço no quarto game. Monfils, porém, reagiu. O francês devolveu a quebra na sequência e obteve outra, no nono game, para em seguida confirmar o seu saque e fechar a parcial em 6/4.

O segundo set não teve quebras de serviço, com Federer salvando cinco break points e desperdiçando dois. Assim, a definição da parcial ficou para o tie-break. O suíço abriu 5 a 3, mas cometeu erros e permitiu a virada de Monfils, que fez quatro pontos para fechar o duelo em 2 sets a 0.

E a quinta-feira foi mesmo péssima para os tenistas suíços em Montecarlo. Campeão desse Masters 1000 no ano passado, Stan Wawrinka também caiu nas oitavas de final ao ser surrado pelo búlgaro Grigor Dimitrov, 11º colocado no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2, em apenas 55 minutos. E será exatamente Dimitrov o próximo adversário de Monfils em Montecarlo.

Também nesta quinta, o canadense Milos Raonic, número 6 do mundo, avançou às quartas de final ao derrotar o espanhol Tommy Robredo, 20º colocado no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/3, em 1 hora e 41 minutos. O próximo oponente de Raonic sairá do duelo entre o checo Tomas Berdych e o espanhol Roberto Bautista Agut.