O atacante Fabinho foi apresentado oficialmente nesta quarta-feira como novo reforço do Cruzeiro. Aos 28, o jogador, que estava no Guarani, terá a primeira chance da carreira em um grande clube do Brasil. Por isso, ele concordou com seu novo técnico, Celso Roth, e admitiu que essa será a chance de sua vida.

“Quando ele (Celso Roth) fala que é a grande chance da minha vida, é porque é. É o primeiro clube grande em que eu jogo, com toda a tradição do Cruzeiro. Sei da responsabilidade, vou procurar fazer o meu trabalho para cair nas graças da torcida do Cruzeiro”, declarou.

Fabinho foi contratado depois de se destacar no Campeonato Paulista deste ano. Ele marcou sete gols na competição e foi peça fundamental na campanha do Guarani, que terminou na segunda colocação da competição – perdeu a final para o Santos. O atacante disse que ainda não havia aparecido nacionalmente para o futebol por “falta de oportunidade”.

“Faltava oportunidade. Estou no Guarani desde 2009. Fui vice-campeão brasileiro (da Série B) pelo Guarani, tive uma boa sequência. Fui vice-campeão paulista neste ano. Tudo aquilo que fiz no Guarani, tudo que construí, está sendo reconhecido agora com essa vinda para o Cruzeiro. Espero fazer a minha história aqui”, afirmou.

Ainda desconhecido da torcida cruzeirense, Fabinho aproveitou para listar suas características. “Quem me acompanhou sabe que sou um jogador de velocidade, que jogo mais pelas beiradas (do campo), e que tenho uma boa técnica também. De 2011 para cá que comecei a fazer mais gols. Antes eu me destacava mais pelas assistências. Fizemos um grande Campeonato Paulista, me destaquei, fiz sete gols, e espero que aqui no Cruzeiro eu possa ter a mesma felicidade”, comentou.