No dia em que o novo sistema de iluminação do Maracanã foi inaugurado, quem brilhou foi o atacante Jean, autor do gol da vitória do Flamengo sobre o Fluminense, por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro. O Tricolor segue o seu calvário e completou dez jogos sem vencer. Além disso, continua na zona de rebaixamento. Já o Rubro-Negro melhorou sua posição na tabela e agora está em 12.º. O grande número de passes errados foi a tônica do primeiro tempo.

Ambos os times não conseguiam se organizar em campo e cometiam muitas faltas. Era comum ver os jogadores, principalmente os zagueiros, distribuindo chutões em direção ao ataque, torcendo para que uma bola sobrasse e algum atacante inaugurasse o marcador.

As melhores oportunidades surgiram apenas em jogadas de bola parada. O Flamengo quase marcou por duas vezes com o goleiro Kléber saindo mal do gol. Na primeira, Jean cabeceou para fora. Na segunda, o arqueiro tricolor evitou o pior. A única boa chance do Fluminense surgiu numa cobrança de escanteio. Rodolfo finalizou rente à trave.

No segundo tempo, a história da primeira etapa se repetiu e os erros de passe continuavam. A qualidade do jogo era tão ruim que ambas as torcidas começaram a vaiar as equipes. O Flamengo só foi chegou perto do gol adversário aos 10? quando o meia Ígor cruzou e Edílson, livre, cabeceou para fora. Aos 16?, o mesmo Ígor acertou um passe e Jean marcou para o Rubro-Negro.

A partir daí, o Fluminense ficou mais apático na partida. E piorou com as expulsões de Rodolfo e Joel Santana, este último por ter empurrado Rafael. A confusão deixou o jogo paralisado por quatro minutos. O Flamengo ainda teve duas belas oportunidades para ampliar, mas o goleiro Kléber salvou em ambas.

Ficha Técnica

Fluminense: Kléber; Jancarlos, Zé Carlos, Rodolfo e Júnior César; Marciel (Lopes), Sidney, Djair e Carlos Alberto; Josafá (Sorato) e Joãozinho (Rodrigo Tiuí). Técnico: Joel Santana. Flamengo: Júlio César; Rafael, Fernando, Henrique e Anderson; Fabinho, Jonatas (André Gomes), Ígor (Yan) e Felipe; Jean (Zé Carlos) e Edílson. Técnico: Oswaldo de Oliveira. Gol: Jean aos 16? do 2.º tempo. Árbitro: Edilson Soares da Silva (RJ). Cartão amarelo: Fernando, Ígor, Rodolfo, Júnior César, Djair, Sorato, Fabinho, Rafael e Sidney. Cartão vermelho: Rodolfo. Renda: R$ 203.710,00. Público: 18.904 pagantes. Local: Maracanã.