A seleção do Egito acabou com os 100% de aproveitamento de Gana ao vencer o adversário por 1 a 0 nesta quarta-feira, em Port-Gentil, no Gabão, pela última rodada da fase de grupos da Copa Africana de Nações.

O resultado positivo levou o Egito à liderança do Grupo D, com sete pontos, e de quebra à classificação para as quartas de final da competição. Gana, que já havia garantido a vaga na próxima fase por antecipação após vencer os dois jogos iniciais, terminou em segundo lugar da chave, com seis.

No estágio seguinte da competição, o Egito enfrentará Marrocos, domingo, novamente em Port-Gentil. No mesmo dia, Gana irá até Oyem para encarar a República Democrática do Congo. Os confrontos das quartas de final começam no sábado. Burkina Fasso enfrentará a Tunísia, enquanto Senegal jogará contra Camarões.

No duelo desta quarta-feira, o Egito, sete vezes campeão da Copa Africana, garantiu a vitória com um gol de falta de Mohammed Salah aos dez minutos do primeiro tempo. Além de ter amargado a derrota, Gana pode sofrer uma importante baixa para a próxima fase. O capitão da equipe, Asamoah Gyan, deixou o campo lesionado ainda no primeiro tempo do confronto desta quarta.

No outro jogo que fechou a última rodada do Grupo D, Uganda e Mali empataram por 1 a 1 e foram eliminados da Copa Africana. O resultado deixou os malineses na terceira posição, com dois pontos, enquanto os ugandenses somaram apenas um em três jogos e encerraram campanha na lanterna da chave.

Neste confronto de despedida para as duas seleções, Farouk Miya chegou a abrir o placar para Uganda aos 25 minutos da etapa final. Porém, pouco depois, aos 29, Yves Bissoum assegurou a igualdade para o Mali.