As irmãs Karla e Kelly de Jesus já estão de malas prontas para viajar para Portugal, concretizando o grande projeto profissional de suas vidas, que é cursar o mestrado na área de Educação Física e após o doutorado. A viagem está marcada para esta quinta-feira num vôo direto para a Universidade do Porto. A escalada para elas chegarem no mais alto nível profissional iniciou aos três anos de idade (1985), quando iniciaram as carreiras de nadadoras, até 2002, defendendo vários clubes: Escola Medley de Natação, Clube do Golfinho, Clube Curitibano, Aquacenter, e Paraná Clube, onde encerraram as suas carreiras, iniciando a nova etapa profissional neste mesmo clube, como técnicas comandando os esportes aquáticos tricolores até a data de hoje, revelando e tornando vários atletas campeões estaduais e sul-brasileiros. As duas atletas conquistaram mais de 1.700 medalhas ao longo desses anos. A concretização de seus projetos, na volta ao Brasil, é desenvolver programas sociais nas camadas mais carentes de nosso Estado, pois o primeiro passo já foi dado, com projeto que tramita na FDAP em parceria com a Paraná Esporte, governo estadual e municipal, onde o Paraná Clube cede o seu parque aquático para que o mesmo se torne realidade. O segundo objetivo é conquistar a hegemonia da natação estadual com a equipe paranista e futuramente comandar a natação brasileira, pois nestes próximos cinco anos estarão estudando e se relacionando com o que há de mais moderno em sistemas de treinamento dos esportes aquáticos dos países europeus. As irmãs tiveram várias pessoas e instituições, que em algum momento participaram direta e indiretamente nas diversas etapas de conquistas de suas carreiras atléticas e de treinadoras, às quais elas agradecem publicamente: Amauri Fidélis, Sisico, Enio de Jesus, Duda, professor Miranda e toda a sua diretoria tricolor, Dorotey Gaudeda, Osmar Raimundo, Nelson Comel e os pais de atletas da natação paranista. Um agradecimento especial ao professor Ninão, coordenador do curso de Educação Física da PUCPR, que foi o suporte desta oportunidade de ouro que direcionou para as duas irmãs, premiadas pela longa luta que travaram atrás dos seus objetivos.

Deixaram muitas horas de lazer de lado, mas tiveram suas compensações, pois conheceram o Brasil de norte a sul, um pedaço do mundo e concretizaram o Projeto Aquático dos Correios, que iniciou em 1991, além de se formarem na Pontifícia Universidade Católica, considerada uma das mais importantes instituições de ensino do Estado do Paraná.

Os pais Hélio de Jesus e Irene Goll de Jesus também agradecem a todos e estão felizes e orgulhosos.