As duas derrotas consecutivas de Atlético, Coritiba e Paraná, nas duas rodadas recentes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro já entraram para a história do futebol paranaense. Pela primeira vez, desde que a principal competição do país foi criada, em 1971, o Trio de Ferro nunca havia acumulado junto seis derrotas consecutivas.

Nem mesmo quando o Estado contou com quatro ou cinco representantes na Primeira Divisão, ou somando todos os times das duas divisões mais importantes do campeonato, o desempenho paranaense foi tão pífio em duas rodadas seguidas. O mais perto disso havia sido um empate e cinco derrotas, em algumas situações. A última delas aconteceu em 2008. Foi quando o Furacão empatou com o Figueirense por 0 x 0, na Arena da Baixada, e depois perdeu por 2 x 1 para o Vitória no Barradão, enquanto o Coxa perdeu por 2 x 1 para o Náutico, nos Aflitos, e por 1 x 0 para o Grêmio, no Couto Pereira. Na Série B, o Tricolor também amargou duas derrotas: 2 x 0 para o Corinthians, na Vila Capanema, e 3 x 1 para o São Caetano, no Anacleto Campanella.

Naquela temporada, o Trio de Ferro não foi muito longe no Brasileirão. O Alviverde terminou no meio da tabela, em 9.º lugar, o Rubro-Negro escapou do rebaixamento na última rodada, e o time paranista não conseguiu o acesso à Série A. Este ano, por muito pouco a catástrofe de seis derrotas seguidas não ocorreu rodadas antes. Entre a 24.ª e a 25.ª da Série A, e 25.ª e 26.ª da Série B, os três clubes só somaram uma vitória – no caso o Paraná, que derrotou o ASA por 4 x 1, fora de casa, mas na sequência perdeu para o América-MG por 1 x 0 na Vila Capanema. Já a dupla Atletiba somou quatro derrotas juntos, com o Coxa perdendo por 3 x 0 para o Náutico e 2 x 0 para o Flamengo. Já o Furacão sofreu um 5 x 3 do Vitória e 1 x 0 do Grêmio.

De certa forma, os tropeços seguidos dos times refletem suas campanhas na competição. Embora o Furacão esteja no G4, chegando inclusive à vice-liderança, marcando presença forte na briga pela Libertadores, as duas últimas derrotas tiraram da equipe a confortável vantagem para o quinto colocado, que atualmente é de apenas um ponto. O Coxa, por sua vez, com as duas partidas perdidas em pleno Couto Pereira, acabou entrando pela primeira vez na zona do rebaixamento, faltando apenas três partidas para o término do Campeonato Brasileiro. Por fim, o Tricolor acabou de vez com as chances de retornar à elite nacional.