Um dos grandes craques do futebol mundial nas décadas de 1980 e 1990, o holandês Ruud Gullit não tem repetido o mesmo sucesso como treinador. Nesta terça-feira, ele foi demitido do Terek Grozny, clube checheno que disputa o Campeonato Russo, no qual está apenas na antepenúltima colocação.

De acordo com a agência de notícias Interfax, Gullit foi dispensado após a derrota para o Amkar Perm, nesta terça-feira, por 1 a 0, que deixou o Terek Grozny com apenas três vitórias em 13 jogos disputados e apenas 12 pontos somados até aqui.

“Gullit não treinará mais o Terek”, afirmou o presidente do Terek Grozny, Ramzan Kadyrov. De acordo com nota oficial divulgada pelo clube, o treinador estaria mais interessado no estilo de vida de “bares e boates” e o “Terek nunca esteve tão sem esperança”. E o clube checheno já havia prometido demitir Gullit em caso de derrota no confronto desta terça-feira, fato que acabou se confirmando.

O holandês havia sido contratado no início do ano, após assinar um vínculo de um ano e meio de duração. A expectativa era de que o Terek Grozny, dos brasileiros Antonio Ferreira, Maurício e Rodrigo Tiuí, brigasse por vagas em competições continentais, mas o clube agora se vê lutando contra o rebaixamento.

Esta foi a quinta experiência de Gullit como técnico. Após uma carreira de sucesso como jogador, quando atuou por PSV, Milan, Sampdoria e Chelsea, ele começou a treinar a própria equipe inglesa do Chelsea, passou pelo Newcastle, Feyenoord e, em 2008, dirigiu o Los Angeles Galaxy.