Jadson tem 36 anos, não tem o mesmo pique de antigamente, é caro e ainda tem um histórico de relação com o Athletico. Tudo isso foi ouvido nos últimos dias por quem não entende o interesse do Coritiba no meio-campista. Interesse que rapidamente se transformou em negociação, e está cada vez mais perto de se concretizar. E, afinal, por que o Coxa foi atrás dele?

+ VÍDEO: A análise da rodada e um bate-papo com os torcedores

Era aquela situação que muita gente sequer imaginava que poderia acontecer. Até recentemente, torcedores do Furacão manifestavam nas redes sociais a esperança por um retorno de Jadson à Baixada. O próprio jogador deixava em aberto essa possibilidade, sempre falando sobre sua trajetória rubro-negra. Não se esperava que ele voltasse a Curitiba, mas possivelmente vestindo uma camisa alviverde.

O Coritiba foi atrás de Jadson porque um jogador com o talento que ele tem não se encontra facilmente no mercado. Capacidade de passe, boa finalização, eficiência nas bolas paradas – o camisa 10 do Corinthians é cara que pode decidir partidas em um lance. E apenas Rafinha tem essa capacidade no elenco do Coxa. A chance que se abre para contratar o meio-campista não pode ser desperdiçada – falta, claro, os ajustes financeiros que essa transferência exige.

+ Podcast De Letra fala das curiosidades e maluquices do Paranaense!

Estando motivado e bem fisicamente, Jadson é um acréscimo de qualidade para o Coritiba. Ele chega sim para ser titular – talvez não consiga atuar todas as partidas, e a expectativa é que Giovanni possa revezar com ele a partir de agosto ou setembro. Outros terão que correr por ele, mas é o preço para se contar com um cara que decide jogos. É uma contratação muito boa.