O técnico Paulo César Carpegiani, uma semana depois de ser apresentado como novo técnico do Coritiba para a continuidade da temporada de 2016, aproveitou a semana cheia para trabalhar para implantar seu estilo de trabalho e também para observar melhor o elenco que tem em mãos no Verdão. O treinador tem apenas uma dúvida para o duelo contra o Cruzeiro, neste domingo (14), às 16h, na Arena Independência, em Belo Horizonte.

O zagueiro Luccas Claro, com dores na coxa, segue em observação pelos fisiologistas do clube e ainda não sabe se terá condições de encarar a Raposa. Para a vaga do volante João Paulo, o meia Juan deve atuar mais recuado e, no ataque, para o lugar de Kléber, o atacante Neto Berola foi confirmado entre os titulares.

Carpegiani ressaltou a importância do meia Juan na equipe alviverde, mas ressaltou a necessidade do time coxa-branca, diante do Cruzeiro, conseguir equilibrar um pouco a marcação, já que deve contar apenas como o volante Edinho na contenção.

“Sou sabedor de onde o Juan pode produzir. Posso usar o Juan de uma maneira que ele tenha a possibilidade de ter a posse de bola e que não tenha a obrigação de fazer uma marcação. Então, o Juan joga, o Neto Berola joga, o Kazim joga e o menino Veiga (Raphael) joga. Tenho que ter a distribuição de jogo. Estou citando para vocês, dando pista e quase definindo o time. Tenho que compensar a agressividade do time, mesmo que tenha alguma dificuldade em termos de marcação”, contou Carpegiani.

Depois de uma semana no comando do Coritiba, Carpegiani ressaltou a importância desse tempo a mais para trabalhar e garantiu que ficou muito satisfeito com o que viu e, sobretudo com o que foi trabalhado pela equipe alviverde neste tempo.

“Foi muito importante (ter a semana cheia). Cheguei na sexta-feira passada, tinha uma visão do time vendo pela TV e posso dizer que, vendo pela TV, depois quando você trabalha com o jogador, é distinto, muito diferente mesmo. No dia a dia você vai vendo e foi muito importante para mim esse tempo. Fiz um treino para conhecer a garotada e alguns jogadores que estão atuando menos. Então, fiquei satisfeito, fizemos alguns treinos, temos dúvidas e ainda dependo do Luccas (claro) e existe a possibilidade dele jogar. Ao término dessa semana estou satisfeito, vamos jogar contra uma ótima equipe, de grande tradição e vamos com a ambição de conquistar o resultado, lutar pela vitória e essa é a minha mentalidade e que eu cobro dos meus jogadores”, concluiu o comandante alviverde.

Assim, com a dúvida na defesa, o técnico Paulo César Carpegiani deve escalar o Coritiba para enfrentar o Cruzeiro com Wilson; Dodô, Luccas Claro (Juninho), Nery Bareiro e Juninho (Benitez); Edinho, Juan e Raphael Veiga; Iago, Neto Berola e Kazim.