De volta à elite do futebol brasileiro, o Coritiba quer apagar o retrospecto recente na Série A e fazer uma campanha diferente. Entre 2012 e 2017 o Coxa conviveu com o fantasma do rebaixamento. Até 2016, o clube escapou da degola nas rodadas finais, mas em 2017 não resistiu.

Até por isso, o presidente Samir Namur manteve os pés no chão em relação a 2020 e ressaltou que o foco do time no Brasileirão será ter uma campanha tranquila.

“O torcedor do Coritiba, antes do rebaixamento, ele vinha desde 2012 brigando para não cair, escapando na última ou penúltima rodada, até que caiu em 2017. O torcedor não aguenta mais isso, não quer mais de jeito nenhum. Então o primeiro objetivo é que o Coritiba faça um campeonato para não brigar em nenhum momento para não cair”, afirmou ele.

Quem são os grandes artilheiros do Coxa? Confira no Podcast De Letra

No entanto, o mandatário alviverde destacou que, dentro disso, existe a possibilidade de beliscar uma vaga na Sul-Americana. “E aí você olha para a tabela e os times que não brigam para não cair naturalmente vão para a Sul-Americana. É uma consequência e trabalhamos pelo menos com esse objetivo”, acrescentou.

Em 2019, Dos 16 clubes que seguirão na primeira divisão, apenas o 15º e o 16º colocados não estarão em um torneio internacional do ano que vem. Com o Flamengo campeão brasileiro e da Libertadores, e o Athletico campeão da Copa do Brasil e garantido entre os cinco primeiros, o G6 acabou virando G8, empurrando para os 13º e 14º duas vagas na Sul-Americana.

Copa do Brasil

Em relação à Copa do Brasil, o Coritiba tem como foco chegar, no mínimo, às oitavas de final, fase em que entram os times que estão na Libertadores, além dos campeões da Série B, da Copa do Nordeste e da Copa Verde. A última vez que o Alviverde foi tão longe no torneio foi em 2015. Nos outros anos, o máximo que alcançou foi a terceira fase.

“O objetivo do Coritiba no primeiro semestre é a Copa do Brasil. Vamos fazer uma pré-temporada visando a estreia na Copa do Brasil, vamos poupar elenco no Estadual, para chegarmos, pelo menos, até as oitavas de final”, disse Samir.

+ Mais do Coxa:

+ Com maior média da história, Coritiba cutuca rival e promete manter preços
+ Coritiba aguarda proposta milionária por Yan Couto pra “limpar a casa”
+ Coritiba pode ter retorno de peças importantes em 2020
+ Jorginho e Pastana ainda não estão garantidos no ano que vem