O Coritiba tem motivos de sobra para comemorar na temporada. Afinal, o time conquistou o tão sonhado acesso à elite do futebol brasileiro ao derrotar o Vitória por 2×1, no último sábado, e também se reaproximou da sua torcida, batendo recordes.

Com promoções de ingressos e os torcedores comprando a briga pelo retorno, o Alto da Glória registrou nove dos dez maiores públicos da segunda divisão.

No último compromisso em casa, na vitória por 1×0 sobre o Bragantino, quase 37 mil pessoas pagaram para apoiar a equipe. Além do duelo com o Massa Bruta, em outros nove jogos com casa cheia, o Alviverde levou mais de 20 mil pessoas ao Couto Pereira, sendo que em seis deles mais de 30 mil torcedores estiveram presentes.

+ Wilson, Galdezani, Parede… Samir explica situação de cada um

O único ’intruso’ na lista foi o Sport, que teve 22.565 pessoas na Ilha do Retiro no empate em 0x0 com o Vila Nova, pela 35ª rodada. Na ocasião, os pernambucanos precisavam de apenas uma vitória para garantir o acesso, que se consolidou na rodada seguinte, no triunfo por 2×1 sobre a Ponte Preta.

“Foi um acerto muito grande da diretoria a promoção de ingressos e o plano de sócios. Vínhamos de um momento de crise do torcedor, que já vinha da antiga gestão, por conta de anos ruins. Infelizmente o nosso ídolo maior morreu e nos deu a oportunidade de fazer algo maior. Veja a grandiosidade do (Dirceu) Krüger, mesmo com a morte dele, ele nos abençoou e a diretoria soube aproveitar esta oportunidade”, explicou o presidente Samir Namur.

Tanto que o Leão ficou com a segunda melhor média de público da Série B, com 13.649 pessoas por jogo, bem abaixo do Coritiba, que teve média de 22.419 e foi o único clube com mais de 50% de ocupação do estádio, que, por sinal, é um dos maiores da segunda divisão.

+ Jorginho e Pastana ainda não estão garantidos no Coxa em 2020

O número, inclusive, é quase três vezes maior que o do Vitória, que aparece em terceiro na lista, com 7.271 pessoas por partida. Em seguida vem o campeão Bragantino (6.207) e depois o Paraná Clube (4.836).

Jogo contra a Ponte Preta, em homenagem a Krüger, com ingressos gratuitos, foi o pontapé inicial pro Couto lotado. Foto: Albari Rosa

Entre as novidades criadas para lotar a casa estão o ingresso gratuito na estreia contra a Ponte Preta, quando aconteceu a homenagem a Krüger, o pacote de ingressos a R$ 15, além do plano de sócios mais barato.

“A partir dali tínhamos que aproveitar o momento, lançamos os pacotes de R$ 15 para três jogos, a torcida veio de forma maravilhosa, tivemos a segunda melhor campanha como mandante, lançamos o novo plano de sócios, pois o clube precisa de receita. E a médio prazo isso vem sendo bem sucedido. Já passamos de 21 mil sócios e temos a maior média de público da história do Coritiba”, ressaltou o dirigente.

+ Quem deu certo e quem deu errado no Coritiba em 2019?

Para 2020, a expectativa é que o clube conte com 25 mil sócios rapidamente. Quando chegar a este número, um antigo plano será recuperado, o de R$ 19,85, que hoje está congelado mas voltará à ativa, com o associado nesta categoria tendo desconto nas entradas.

“O nosso direcionamento é o plano de sócios. R$ 50 por mês, R$ 600 por ano é extremamente barato e acessível na Série A. Nosso foco é alcançar 25 mil sócios rapidamente, o que esperamos até o começo da Série A, e a partir daí o plano é vender ingressos, o que não nos impede pontualmente fazermos alguma promoção em algum jogo ou setor do estádio”, completou Samir, que ainda cutucou o rival Athletico.

+ IMPERDÍVEL: Confira o podcast De Letra sobre os artilheiros do Trio de Ferro!

“A primeira inspiração é a de trabalhar com valores baixos, populares, para atrair o torcedor que tenha uma renda menor. O Coritiba é um clube de massa, é um clube popular, e nossa gestão não quer fechar as portas. Ao contrário de outros clubes que não estão muito longe geograficamente, o Coritiba faz questão de estar aberto para torcedores de renda menor”, reforçou o presidente.

Veja a entrevista completa de Samir Namur sobre o futuro do Coxa:

Samir Namur abre o jogo e fala sobre o Coritiba para 2020 Presidente do Coxa comenta sobre o técnico, renovações, e o planejamento para a próxima temporada, agora na Série A do Brasileirão.

Posted by Tribuna do Paraná on Wednesday, December 4, 2019