A caminhada na luta pelo acesso à primeira divisão está chegando ao fim. São só mais cinco degraus para que o Coritiba possa confirmar o tão sonhado retorno à elite. Para se aproximar ainda mais desse objetivo, o time coxa-branca vai tentar conseguir um bom resultado nesta sexta-feira (8), diante do Figueirense, às 21h30, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Momento de superar o cansaço causado pela sequência desgastante de jogos e aumentar suas chances de disputar a Série A em 2020.

A partida terá transmissão dos canais Premiere e SporTV. Você também pode acompanhar o jogo pelo Tempo Real da Tribuna do Paraná!

Diante dos catarinenses, o Coritiba vai sustentar uma invencibilidade de oito partidas. Conseguiu, por conta dos últimos bons resultados, estabilizar sua posição dentro do G4. No entanto, é o momento que não dá mais para errar. Por isso, a palavra superação não saiu da boca dos jogadores alviverdes antes de entrar em campo para mais uma decisão na segunda divisão.

+ Leia mais: Com futuro indefinido, William Matheus quer ‘pagar dívida’ com o Coritiba

“Temos que colocar na cabeça que a palavra é superação. É superar o cansaço, a adversidade que pode ocorrer com as viagens e estamos em um clube que está fazendo tudo por nós. Concentramos antes para descansar mais e focar mais ainda nesse jogo. Temos que dar o máximo. Nos superar a cada dia, a cada jogo e a cada momento para sair com a vitória”, cravou o meia Giovanni.

Nesta Série B, segundo o camisa 10, o time coxa-branca, sempre que precisou dar uma resposta positiva em momentos delicados, conseguiu o objetivo e, por isso, está ainda na luta pelo acesso. “O que me deixa bem tranquilo é que sempre que fomos testados conseguimos nos superar e dar a volta por cima. Nos jogos fora de casa também estamos conseguindo bons resultados”, reforçou o armador alviverde.

O Coritiba chega para o duelo contra o Figueirense devendo por suas recentes apresentações. Os resultados estão dentro do esperado, mas as atuações estão abaixo da média. Assim, o time coxa-branca sabe que diante de um adversário que está jogando em casa e lutando contra o rebaixamento, a organização em campo precisa se sobressair para conseguir um bom resultado.

“Não pode faltar organização, vontade e determinação. Além disso, nós ali da frente temos que ter mais frieza na frente do gol e construir vantagens maiores. Quando tivermos as chances de fazer o segundo, o terceiro, temos que matar o jogo. Nós do ataque temos que ser mais frios, porque a nossa defesa vive um momento e está difícil tomar um gol”, emendou Giovanni.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Mas apesar desse momento técnico não tão bom quanto os resultados obtidos em campo, o foco do Coritiba é conseguir o acesso, independentemente da forma que ele seja conquistado. “As duas coisas são importantes (jogar bem e vencer), mas claro que queremos acabar entre os quatro times que vão subir. O que mais a gente quer é jogar bem, mas todos sabem que o mais importante é subir”, arrematou o lateral-esquerdo William Matheus.

Para o confronto em Florianópolis, o técnico Jorginho ainda não poderá contar com meia-atacante Rafinha, que se recupera de uma lesão na panturrilha. Mesmo não tendo feito um bom jogo no empate em 0x0 diante do Sport, no começo da semana, o treinador deverá repetir pela primeira vez o time desde que assumiu o comando do Coritiba.

Ficha técnica

SÉRIE B
34ª Rodada – 2º Turno

FIGUEIRENSE X CORITIBA

Figueirense
Pegorari; Luis Ricardo (Pereira), Alemão, Ruan Renato e Conrado; Patrick, Betinho e Felipe Matheus; Breno, Jefferson Renan e Rafael Marques.
Técnico: Pintado

Coritiba
Alex Muralha; Diogo Mateus, Nathan Ribeiro, Sabino e William Matheus; Serginho, William Matheus, Juan Alano e Giovanni; Robson e Rodrigão.
Técnico: Jorginho

Local: Estádio Orlando Scarpelli (Florianópolis -SC)
Horário: 21h30
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)

+ Mais do Coxa:

+ Coritiba melhora como visitante e aposta no retrospecto pra se manter no G4
+ Jogadores do Coritiba assumem culpa por desempenho ruim