Ponto fraco sob o comando de Umberto Louzer, o Coritiba parece ter aprendido a jogar como visitante com o técnico Jorginho. E é justamente neste bom rendimento que tem recentemente fora de casa que o Coxa aposta para as duas decisões que terá pela frente, contra Figueirense, nesta sexta-feira (7), às 21h30, no Orlando Scarpelli, e diante do Brasil de Pelotas, na terça-feira (12), no Rio Grande do Sul.

Foram cinco partidas disputadas longe do Couto Pereira com o atual treinador, com duas vitórias, dois empates e apenas uma derrota, no clássico com o Paraná Clube, na Vila Capanema, totalizando aproveitamento de 53%. Essa melhora nos resultados nos duelos fora de casa é reflexo do encaixe na forma de atuar do comandante alviverde.

Nos jogos recentes que fez como visitante, o Coritiba jogou mais fechado, por uma bola, como se diz na gíria do futebol. Jorginho tem falado muito em saber sofrer e a equipe parece ter entendido o recado. Amanhã, diante do Figueirense, o desafio será contra um time que está na zona de rebaixamento e que joga todas as suas fichas para sair da situação complicada. Momento que o Verdão terá que aproveitar para conseguir os três pontos.

“A responsabilidade é deles por estarem na zona de rebaixamento e por jogarem em casa. Nós estamos no G4 e somos a equipe a ser batida. Somos jogadores experientes, o grupo é bem mesclado e a gente vai lá para fazer uma boa partida e conseguir a vitória nesses dois jogos. A gente joga numa equipe grande e independente do estádio que estiver jogando, em casa ou fora, temos que vencer”, cravou o meia Giovanni.

Da última vez que fez dois jogos seguidos fora de casa, o Coxa voltou para casa com quatro pontos na bagagem. Empatou com o Cuiabá em 3×3 e venceu o Botafogo-SP por 1×0. Desta vez, para chegar bem condicionado para as três últimas rodadas terá que conseguir um desempenho parecido. O Coxa tem três pontos de vantagem para o quinto colocado, o Paraná.

O momento é de decisão. Para o Alviverde é também a hora de se superar em campo. Passar por cima do desgaste e da sequência de jogos para conseguir colocar o time de novo na primeira divisão.

“A gente sabe que precisa pagar o preço. Estamos vindo de semanas concentrados, longe de casa e ninguém está reclamando. Hoje (ontem) já começa o período de concentração para o jogo contra o Figueirense e depois tem a viagem. Estamos focados nisso. Todos estão pagando o preço para no final da competição estar colhendo bons frutos”, reforçou o lateral-esquerdo William Matheus.

+ Confira a classificação completa da Série B!

É com esse clima de decisão que o Coritiba viaja hoje para os dois jogos seguidos fora de casa. Mais duas partidas que estão sendo encaradas como final de campeonato. O grupo sabe que, em um cenário ideal, se conseguir quatro ou seis pontos, o acesso estará praticamente garantido.

“O campeonato está em uma fase que todos estão brigando por alguma coisa. Adversários que lutam para não cair não se entregam em momento algum, será difícil, mas estamos nos preparando para sair com bons resultados”, finalizou o lateral.

+ Mais do Coxa:

+ Jogadores do Coritiba assumem culpa por desempenho ruim
+ Coritiba x Oeste muda de data pela Série B
+ Jorginho dispara contra torcedores por vaia a meio-campo