As vaias dos torcedores do Coritiba para o meia Thiago Lopes foram muito criticadas pelo técnico Jorginho. Na noite da última segunda-feira (4), o Alviverde empatou em 0x0 com o Sport, no Couto Pereira, em uma partida que ficou longe de agradar os coxas-brancas. O jogador começou no banco de reservas, mas quando o treinador acionou o atleta para entrar, muitas manifestações contra ele foram ouvidas das arquibancadas. O comandante vê que o momento exige união.

Thiago Lopes tem 23 anos e é um ‘piá do Couto’. Neste ano, ele entrou em campo em 27 partidas e balançou as redes duas vezes. Porém, com apresentações irregulares, ele não conseguiu convencer os torcedores e sofreu críticas em diversos momentos da competição. Contra o Sport, ele substituiu Serginho aos 14 minutos da etapa complementar. Assim que se preparava para atravessar a linha lateral e ingressar na partida, o jogador foi muito vaiado. Alguns torcedores mais indignados chegaram a chamar o técnico de ‘burro’ por conta da escolha.

+ Leia mais: Coritiba não vem apresentando bons resultados, mas confia no acesso

“Não admito o que fizeram com o Thiago (Lopes). Um jogador ativo do clube, criado aqui, querido, não consigo entender. Como um jogador desse vai entrar em campo já sendo contestado antes de entrar? É um pedido que faço, uma tristeza que fica aqui”, desabafou o comandante.

O treinador destacou que o momento agora exige que todos possam unir forças em prol do acesso. O Coritiba tem 53 pontos e continua momentaneamente na terceira colocação da Segundona. Restando cinco jogos pra o fim da temporada, Jorginho quer o apoio incondicional da torcida.

+ Confira a classificação completa da Série B!

“A gente precisa jogar junto. Via parte da torcida jogando junto e parte da torcida vaiando o tempo todo. É claro que paciência tem limite, mas a gente está dentro do G4. Fica aqui meu pedido para que apoiem”, arrematou.