Ainda que o placar de 0x0 diante do Sport, na última segunda-feira (4), não tenha empolgado o torcedor que foi ao Couto Pereira, o Coritiba segue muito vivo na briga pelo acesso. Com 53 pontos, o Coxa vai para os cinco jogos que restam na Série B do Campeonato Brasileiro seguro de que depende apenas de si para garantir a vaga na elite nacional em 2020.

O futebol apresentado pela Verdão nas últimas rodadas tem sido contestado pelos torcedores, uma vez que o técnico Jorginho tem armado sua equipe priorizando a defesa. Ao contrário do que se espera de um time que está a poucos pontos do acesso, o Alviverde não tem demonstrado agressividade ofensiva em campo. Na vitória por 1×0 em cima do Botafogo-SP, por exemplo, o Coritiba fez um gol com Rodrigão aos 15 do primeiro tempo e em todo o longo período restante do confronto apenas se defendeu. Frente ao Sport, a equipe, nas pouquíssimas vezes em que tentou atacar, foi para o campo adversário apostando em contra-ataques.

Contudo, o treinador saiu em defesa de seus comandados e lembrou que o Coxa está em uma grande sequência de jogos sem saber o que é ser derrotado. “Mesmo com todas as dificuldades, a equipe está invicta a oito jogos. Estamos fazendo boas partidas fora de casa. Tem que continuar acreditando, continuar trabalhando”, destacou.

Nesse período, o Alviverde soma quatro vitórias e quatro empates. A última derrota sofrida foi no dia 5 de outubro, por 2×0 para o Paraná Clube, na Vila Capanema. Agora, serão cinco jogos para encerrar a temporada, sendo dois deles em casa e outros três fora. Acredita-se que sejam necessários mais nove pontos em 15 disputados para subir. Ainda que seja um número, talvez, ousado, é possível e mostra que o grupo depende apenas de seus resultados.

Ainda que o Coritiba precise fazer projeções de continuar somando para se manter no G4 da competição até o encerramento da temporada, o treinador não quer se apegar à matemática nesta reta final.

“Seria maravilhoso ter conquistado três pontos (diante do Sport), saberíamos dessa forma que com mais seis já sonharíamos com nosso principal objetivo. Mas é jogo a jogo, não tem que ficar programando muito”, analisou ele.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Com os cálculos em mente ou não, o comandante aposta que o time vai para seus últimos ‘suspiros’ na Segundona com totais chances de acesso. E para que o sonho de voltar à Série A se concretize, Jorginho aponta que é o momento de deixar as críticas de lado e focar no que o time já mostrou até aqui.

“O que a gente precisa agora é se unir, superar as dificuldades, as barreiras e acreditar que a gente tem condições, sim, de ultrapassar tudo isso e voltar à primeira divisão”, arrematou.

+ Mais do Coxa:

+ Jogadores do Coritiba valorizam empate com o Sport
+ Jorginho aponta cansaço como explicação para má atuação do time