O Coritiba não terá vida fácil no início da Série B do Campeonato Brasileiro. A estreia do time será na próxima segunda-feira (29), diante da Ponte Preta, e até a parada da competição para a realização da Copa América serão oito rodadas com adversários que podem complicar a vida do Coxa nessa largada.

O primeiro adversário, a Macaca já vem embalada para a Segundona. Isso porque a Ponte foi vice-campeã do interior paulista. Na final do Troféu do Interior, a equipe perdeu nos pênaltis para o RB Brasil, o time sensação da disputa. Ao contrário do Coritiba, a equipe de São Paulo está praticamente pronta para a estreia. Com a base mantida em relação ao Paulistão e apenas três reforços contratados, o técnico Jorginho já sabe como vai a campo.

+ Leia mais: Coritiba não chega a acordo com João Vitor e volante deixa o clube

Outro adversário que pode dificultar a situação do Coxa na tabela é o Atlético-GO, atual campeão goiano. O time comandado pelo técnico Wagner Lopes bateu o Goiás na grande final e promete brigar pelo acesso. A equipe esteve pela última vez na Série A em 2017 e caiu de divisão justamente no mesmo ‘pelotão‘ que o Coxa.

Na sequência, um clássico paranaense. O Verdão encara o Londrina, no Couto Pereira. Os times já se enfrentaram duas vezes neste ano. No primeiro encontro, na Taça Barcímio Sicupira – a metade inicial do Paranaense – empate sem gols. O segundo confronto aconteceu na semifinal do segundo turno, a Taça Dirceu Krüger, e o Coxa venceu por 2×1 no Couto. O Londrina tem se mostrado um adversário difícil na Segundona e já chegou a terminar a disputa muito próxima da área do acesso, como em 2016, quando ficou em sexto, e, em 2017, quando ficou em quinto lugar.

+ Leia também: Rodrigão termina o Campeonato Paranaense como artilheiro

O CRB conseguiu um início de ano positivo ao eliminar o Goiás na Copa do Brasil e ir bem no Campeonato Alagoano. O time chegou à final do estadual, mas perdeu o título para o CSA. Mais um time que deve representar perigo é o Cuiabá. Vice-campeão da Série C, quando perdeu o título para o Operário, a equipe levantou o caneco do Campeonato Mato-Grossense.

O América-MG também não deve facilitar. O time veio da Série A recentemente e é um dos candidatos ao retorno à elite do futebol brasileiro. O Verdão terá ainda pela frente outro clássico paranaense. No dia 8 de junho encara o Paraná Clube. Ainda que o Tricolor não tenha representado perigo no único confronto entre as equipes, na última rodada da fase de grupos da Taça Dirceu Krüger, quando o Coxa venceu por 1×0, será um jogo marcado pela disputa entre times rivais.

+ na Tribuna: Coritiba se prepara para a estreia na Série B

Para fechar essa série inicial de jogos, o Coxa encara o Guarani, um confronto que na teoria parece ser mais tranquilo, já que o time não alcançou resultados positivos em 2019. Porém, até a data do jogo, o adversário pode ter ‘organizado a casa’ e mostrado um futebol mais convincente.

Ainda que a Série B seja uma competição longa, com 38 rodadas, os times que querem alcançar o G4 precisam desde o início da competição brigar por todo ponto possível, o que pode fazer muita diferença na reta final da disputa. Nessa largada da Segundona, 21 pontos estarão em jogo.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!