Chegou ao fim a era de Umberto Louzer no comando do Coritiba. Após a derrota para o CRB, por 2×0, na noite deste sábado, em pleno Couto Pereira, o treinador acabou sendo desligado do clube. Foi o sexto jogo consecutivo sem vitória do Coxa. Destes, foram quatro derrotas seguidas, que fizeram com que o Verdão deixasse a briga pela liderança e caísse para a oitava colocação na Série B do Campeonato Brasileiro.

+ Veja como foi o jogo entre CRB e Coritiba!

Louzer foi o técnico com mais longevidade na gestão do presidente Samir Namur. Foram seis meses e meio no cargo, com 30 jogos, 13 vitórias, nove empates e oito derrotas. O treinador foi contratado no dia 25 de fevereiro e chegou sob a tutela do executivo de futebol Rodrigo Pastana, ao contrário dos outros treinadores que passaram pela Verdão com Namur no comando – Sandro Forner,  Eduardo Baptista e Argel Fucks foram escolhidos pelo G5 alviverde, o grupo de dirigentes que comanda o clube.

+ Confira a tabela e a classificação da Série B!

A demissão de Louzer também aumenta a pressão sobre o presidente Samir Namur e o executivo de futebol Rodrigo Pastana. Algumas faixas com os dizeres “Fora Samir” e “Fora Pastana” foram colocadas no Couto Pereira na partida deste sábado. Muitos protestos foram feitos também na Rua Mauá, após a partida. A tendência é que o nome do novo comandante seja anunciado já no início da próxima semana.

“A torcida está correta em protestar. As derrotas dão razão aos torcedores. Não estamos no caminho certo e temos que voltar. Tenho certeza que vamos subir pra primeira divisão. Nem tudo está errado. Vamos achar o equilíbrio, a Série B é um campeonato de regularidade”, disse Pastana.

O Coritiba enfrentaria o Cuiabá já na terça-feira, porém, o duelo acabou sendo adiado por conta da condição do gramado da Arena Pantanal, no Mato-Grosso. Com isso, o Verdão volta a campo somente no próximo sábado, diante do América-MG, às 16h30, no Alto da Glória.