O Coritiba segue sofrendo com a instabilidade na Série B do Campeonato Brasileiro. No clássico Paratiba, considerado decisivo para o Verdão tentar uma arrancada para buscar o acesso à primeira divisão, o time voltou a jogar mal, 35, na Vila Capanema.

Agora, a equipe começa a semana com obrigação total de vencer o Guarani, amanhã, no Couto Pereira
Foi o primeiro momento ruim que o técnico Jorginho, recém-contratado pelo clube, terá que administrar. “É uma derrota que realmente dói, porque a gente podia ter alcançado o G4. Era um ponto pelo menos importantíssimo, mas agora é olhar para frente, temos dois jogos em casa e precisamos fazer esses resultados. Se fizermos esses resultados e com um jogo a menos, nós temos boas chances de voltar para o G4”, avaliou o treinador.

+ Confira a classificação da Série B

Tudo o que o Coritiba pregou durante a semana foi esquecido quando a bola rolou. O time alviverde prometeu erro zero e dar a vida para conseguir um grande resultado no clássico. Não foi o que aconteceu. O Coxa entrou em campo sonolento e esse começo de partida ruim acabou custando caro. Em 13 minutos, o Paraná fez dois gols e decidiu a seu favor o segundo clássico Paratiba da Segundona desse ano.

“Os dez primeiros minutos foram comprometedores. Eles entraram a 100 por hora, a gente entrou devagar e o jogo foi decidido. Depois, a gente conseguiu igualar, ter a posse de bola e até fazer um segundo tempo melhor que eles. A gente precisou mexer até na postura e foi o que aconteceu”, analisou Jorginho.

Depois de ter sofrido os dois gols, o Coritiba até teve o controle do jogo. Só que a pressão que tentou impor em alguns momentos foi estéril, sem conseguir assustar a meta do goleiro Thiago Rodrigues. Melhorou um pouco, de fato, no segundo tempo, quando o técnico Jorginho mudou algumas peças e também na estrutura tática da equipe coxa-branca.

Mas encontrou pela frente o Paraná seguro na defesa e com muita disposição para conter as investidas do Coritiba. Faltou, então, força ofensiva para o time coxa-branca conseguir mudar a partida e buscar um resultado melhor no clássico Paratiba.

“Eu vi uma mudança de atitude da minha equipe depois dos dez primeiros minutos, mesmo sem se encontrar como gostaria no primeiro tempo. Mas a gente conseguiu trabalhar bem no segundo tempo e tentar chegar de todas as formas no gol do Paraná. Temos que acreditar sempre”, arrematou Jorginho.

O Coritiba, que despencou para a oitava posição, terá a chance de subir na tabela novamente nos dois jogos seguidos que terá em casa contra Criciúma e Guarani. Os dois times estão brigando na parte debaixo da classificação e, vencer esses dois adversários será essencial para recolocar o Verdão no pelotão de frente da Série B do Campeonato Brasileiro.

Leia mais:

+ Veja tudo sobre os agitados bastidores do Paratiba
+ Zagueiro do Coxa consegue rescisão de contrato na justiça
+ Coxa lamenta desatenção no começo do clássico