De quase afastado a uma das principais peças do Coritiba neste processo de recuperação que vive no Campeonato Brasileiro. Esta é a trajetória do volante João Paulo, que vem se tornando um dos símbolos do tme. O jogador, justamente depois da vitória sobre o Palmeiras por 2×1, no Couto Pereira, que marcou a arrancada do Verdão no Brasileirão,  que, na ocasião, admitiu que a pressão era muito grande para afastar o volante do grupo.

A partir daí, João Paulo, que veio justamente do rival Atlético, passou a escrever uma nova história dentro do clube e, com boas atuações, virou peça importante. O atleta enalteceu a importância do apoio recebido do treinador naquele momento e afirmou que não apenas ele, mas todo o grupo está vivendo uma nova fase. “É sempre importante você ter o apoio do treinador. O Ney sempre mostrou muita confiança em mim e no restante do grupo. A comissão técnica sempre me deu confiança para fazer meu trabalho da melhor maneira. Nós melhoramos como equipe e cada atleta tem sua parcela de importância nessa recuperação”, frisou João Paulo.

Defesa

Após a vitória sobre o Palmeiras, quando Ney Franco fez um pronunciamento em defesa de João Paulo, pediu mais paciência com o jogador e reafirmou a importância do camisa 31 para a equipe. Ele desmentiu também que o volante teria uma caveira – símbolo de uma das organizadas do Furacão – tatuada no corpo. João Paulo, que depois do revés para o Santos, no início de agosto, última derrota do time coxa-branca na competição nacional, cobrou mais vergonha na cara do elenco, ressaltou a mudança de atitude do grupo e a importância do treinador neste processo de recuperação.

“Ele sempre acreditou no potencial do grupo de jogadores e isso é importante, principalmente em momentos ruins. Mas nós jogadores procuramos ter outra atitude e aos poucos estamos buscando essa recuperação. O torcedor pode esperar muita entrega, muita luta e um grupo de jogadores querendo tirar o Coritiba dessa situação”, encerrou o volante coxa-branca.

Flu

O Fluminense não deverá ter seus dois principais jogadores esta noite. Um é Ronaldinho. O clube alega uma infecção na garganta, mas o meia vive péssima fase técnica. O segundo é Fred, que deverá ser no banco de reservas após se recuperar de um problema muscular. Assim, Enderson Moreira vai apostar na meninada. Gustavo Scarpa, Gerson, Marcos Junior e Michael serão as esperanças do tricolor, que vem de nove derrotas nas últimas dez rodadas.

Paraná Online no Facebook