Ainda não foi dessa vez que o Coritiba conseguiu voltar ao G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Com mais uma atuação de altos e baixos diante do lanterna da segundona, o Coxa apenas empatou com o América-MG em 1×1, na noite desta segunda-feira (3), na Arena Independência, em Belo Horizonte, chegou aos nove pontos e subiu para a sexta colocação na classificação. O Verdão terá agora pela frente o clássico contra o Paraná Clube, neste sábado (8), no Couto Pereira, para tentar voltar a vencer e também voltar a figurar no G4 da competição nacional.

+ Confira como foi o jogo no nosso Tempo Real!

O Coritiba foi inoperante no primeiro tempo. O Coelho chegou perto de marcar aos 3 minutos com Juninho, que aproveitou contra-ataque rápido puxado por Neto Berola e, livre na área, mandou por cima. Na única chance coxa no primeiro tempo, Rafinha roubou, Rodrigão ajeitou e Patrick Brey errou o alvo. A partida seguiu truncada e sem inspiração ofensiva das duas equipes. Nem mesmo o goleiro Wilson escapou. O camisa 84, ao sair jogando, errou o passe e Neto Berola quase marcou.

Sem incomodar o América-MG, o Cori se contentava apenas em se defender. O time não tinha criatividade necessária para incomodar a defesa do Coelho. Melhor, então, para a equipe mineira. Aos 42, a trave salvou no chute de Felipe Azevedo. Mas o atacante americano insistiu e, um minuto mais tarde, aproveitou a falha de marcação para abrir o placar e colocar os donos da casa em vantagem ainda no primeiro tempo.

A festa para o atacante alviverde. Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press
A festa para o atacante alviverde. Foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press

O técnico Umberto Louzer mudou por atacado na volta do intervalo e deixou o Coritiba mais ofensivo. Saíram João Vitor e William Matheus para as entradas de Juan Alano e de Welinton Junior. Patrick Brey, então, passou a jogar na sua posição de origem e deixou o Coxa mais forte. As alterações até deram resultado. Se ainda faltava qualidade para atacar, o Coritiba pelo menos conseguia jogar no campo ofensivo. Aos 8 minutos, Rafinha cruzou e Rodrigão cabeceou por cima. Aos 14, Giovanni arriscou de fora da área e acertou a trave.

O América-MG, pressionado e vindo de duas viradas sofridas no segundo tempo, pareci assustado em campo. O Coritiba aproveitou, então, para empatar a partida aos 19 minutos. Juan Alano cobrou escanteio na cabeça de Rodrigão, que mandou sem chances para o goleiro Thiago e marcou seu sexto gol na Série B.

O gol recolocou o Coxa na partida. O América-MG acusou o golpe e já não tinha tanta organização para selecionar melhor as jogadas. A virada quase veio aos 29 minutos. Juan Alano fez boa jogada, cruzou para Rodrigão, mas desta vez o camisa 9 pegou mal na bola e isolou. O Coelho respondeu no lance seguinte. Felipe Azevedo arriscou de fora da área e o goleiro Wilson fez grande defesa.

O duelo ficou mais aberto nos minutos finais. O Coritiba teve a bola do jogo para conseguir a virada aos 34 minutos. Welinton Júnior recebeu livre, invadiu a área, mas chutou errado ao invés de cruzar para Rodrigão, melhor posicionado. Na resposta do Coelho, Matheusinho cruzou e Felipe Azevedo, livre, mandou por cima.

+ Veja a tabela e a classificação completa da Série B!

Os dois times, nos minutos finais, foram para o ataque mais na base da transpiração do que na inspiração. O Coritiba seguiu mais perigoso. Luiz Henrique, que entrou na vaga de Giovanni, cruzou e Rodrigão, na área, por pouco não conseguiu a virada. Apesar da insistência dos dois times, o empate, ruim para as pretensões dos dois times na Série B, prevaleceu na Arena Independência.

Ficha técnica

SÉRIE B
1° Turno – 6ª Rodada

América-MG 1×1 Coritiba

América-MG
Thiago; Leandro Silva, Ricardo Silva, Paulão e João Paulo; Luiz Fernando, Juninho (Matheusinho), Willian Maranhão (Christian) e Felipe Azevedo; Neto Berola (Rafael Bilu) e Jonatas Belusso.
Técnico: Mauricio Barbieri

Coritiba
Wilson; Diogo Mateus, Alan Costa, Romércio e William Matheus (Welinton Júnior); João Vitor (Juan Alano), Matheus Sales e Giovanni (Luiz Henrique); Patrick Brey, Rafinha e Rodrigão.
Técnico: Umberto Louzer

Local: Independência (Belo Horizonte-MG)
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Farinha (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
Gols: Felipe Azevedo 43 do 1º e Rodrigão 19 do 2º
Cartões amarelos: Christian, Luiz Fernando (AMG); João Vitor, Matheus Sales, Giovanni, Juan Alano (CFC)
Renda: R$ 8.886,00
Público total: 1.496