Ansiedade, nervosismo. Não dá pra explicar. Mas, o Brasil fez pouco diante da Suíça, ontem, na Arena Rostov, na largada da Copa do Mundo da Rússia. O empate em 1×1 ficou mais marcado pela reclamação brasileira contra a arbitragem do que qualquer outra coisa. Pouco foi falado da dificuldade do setor ofensivo na criação das jogadas. Ou até mesmo em um Neymar apagado dentro de campo.

O nome do jogo acabou não sendo nem de brasileiro e nem de suíço. Foi o mexicano Cesar Ramos que roubou a cena. O árbitro do primeiro confronto da Canarinho na Rússia fez vistas grossas em dois lances capitais. Mas, antes disso, vamos ao desempenho do Brasil em campo. A característica do jovem ataque brasileiro é a velocidade. Entretanto, a seleção brasileira não conseguiu mostrar isso.

Veja como foi o jogo entre Brasil e Suíça!

A marcação suíça era muito forte. Mesmo assim, aos 20 minutos, Philippe Coutinho fez um gol de placa na Arena Rostov. Após rebote da defesa adversária, o meia do Barcelona soltou um canudo. A bola fez uma curva, beijou o poste da meta suíça e foi morrer no fundo da rede. Ainda no primeiro tempo, o Brasil teve mais uma chance com outro craque do Barça. O volante Paulinho apareceu como elemento surpresa na área rival e quase deixou o dele.

Na volta do intervalo, veio o primeiro lance capital. Logo aos quatro minutos, após cobrança de escanteio na área brasileira, Zuber empurrou o zagueiro Miranda e cabeceou pro gol, sem chances para o goleiro Alisson. A seleção brasileira reclamou bastante do lance, pediu a análise pelo recurso do vídeo e o árbitro ignorou. O empate estava decretado na Arena Rostov. Mas, poderia ter sido diferente por conta de outro lance capital.

Confira os próximos jogos da Copa do Mundo!

Aos 27 minutos, o atacante Gabriel Jesus recebeu na área, fez o giro na marcação e foi agarrado pelo defensor suíço. Novamente, o senhor Cesar Ramos deixou o jogo seguir. Os brasileiros voltaram a reclamar e nada foi feito. Com a bola rolando, o Brasil até passou a criar mais nos minutos finais. Mas, a falta de pontaria falou mais alto e a seleção amargou o empate com a Suíça. O próximo compromisso dos comandados de Tite acontece na sexta-feira, às 9h (horário de Brasília), contra a Costa Rica. Não dá pra ficar devendo de novo!