O atacante Andy Carroll é mais um desfalque da Inglaterra para o amistoso contra o Brasil, marcado para o dia 2 de junho, no Estádio do Maracanã, no Rio. Ele foi cortado nesta terça-feira pelo técnico Roy Hodgson, por causa de uma lesão no calcanhar – nenhum substituto foi convocado.

Antes de Andy Carroll, a seleção inglesa já tinha perdido dois jogadores por contusão. O volante Jack Wilshere, do Arsenal, e o meia Steven Gerrard, do Liverpool. Os três também não irão disputar o amistoso que a Inglaterra faz no dia 29 de maio, contra a Irlanda, em Wembley.

Com 24 anos, Andy Carroll é um atacante grandalhão que pertence ao Liverpool e foi emprestado ao West Ham na última temporada. A imprensa inglesa, inclusive, revelou nesta terça-feira que os dois clubes estão negociando a contratação definitiva do jogador, por cerca de US$ 22 milhões.

Andy Carroll provavelmente seria reserva da seleção inglesa no amistoso no Maracanã, quando o Brasil estará em fase de preparação para a disputa da Copa das Confederações. As opções de Hodgson para escalar o ataque da Inglaterra são Rooney, Welbeck, Sturridge e Defoe.