A reunião de ontem do conselho deliberativo, onde Benedito Barboza foi reeleito para mais um mandato de três anos, marcou também o retorno de Aquilino Romani à condição de presidente do Paraná Clube. Licenciado desde o término do Campeonato Paranaense, ele reassume o posto para administrar as questões políticas e buscar um sucessor para o pleito do próximo dia 9 de novembro.

Aramis Tissot seguirá na coordenação do departamento de futebol, com mais tempo para negociar reformas contratuais e tentar deixar um elenco base para 2012. “Era uma situação acordada anteriormente. Vejo como o momento certo para o Aquilino retornar, pois ele tem jogo de cintura para tratar dessas questões políticas”, disse Tissot. “No fundo, não muda nada. Mesmo licenciado eu sempre estive trabalhando pelo clube”, concluiu Romani.